Mercado fechado
  • BOVESPA

    115.667,78
    +440,32 (+0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.151,38
    -116,95 (-0,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,44
    +0,22 (+0,35%)
     
  • OURO

    1.803,40
    +5,50 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    49.313,04
    +719,16 (+1,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    979,60
    -35,32 (-3,48%)
     
  • S&P500

    3.925,43
    +44,06 (+1,14%)
     
  • DOW JONES

    31.961,86
    +424,51 (+1,35%)
     
  • FTSE

    6.658,97
    +33,03 (+0,50%)
     
  • HANG SENG

    29.718,24
    -914,40 (-2,99%)
     
  • NIKKEI

    29.671,70
    -484,33 (-1,61%)
     
  • NASDAQ

    13.295,75
    -6,25 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5796
    -0,0309 (-0,47%)
     

Google Maps tem interface piorada em versão de testes no Android

Redação
·2 minuto de leitura

O Google Maps sempre se provou útil por ser uma poderosa ferramenta não só para localização, mas também de planejamento. O app do Google calcula, com certa precisão, quanto tempo leva para o usuário se deslocar para o lugar desejado, dispondo essas informações direto na tela. Entretanto, aparentemente a companhia pretende “limpar” a interface do programa, e o resultado pode não ser tão intuitivo quanto o ideal.

Google Maps aprimora Street View para visualização em tela dividida no Android
5 funções do Google Maps que são pouco conhecidas
Google Maps informará sobre lotação de ônibus e metrô no Brasil

Flagrado pela equipe do XDA-Developers, a interface do Google Maps estaria sendo retrabalhada nos bastidores, agora dando mais espaço para a visualização do mapa na parte superior — na área próxima das localizações de origem e destino — e levando as opções de deslocamento para um cartão inicialmente minimizado na tela principal.

Mais especificamente, os botões e tempo estimado de cada tipo de viagem foram realocados para um cartão expansível localizado na parte inferior. Para analisar cada trajeto, o usuário precisaria puxar a seção arrastando a barra de baixo para cima, selecionar alguma das opções e voltar para o mapa para ver o novo caminho. Se somados, a alteração implica em duas ou mais ações para acessar uma informação antes disposta já na tela principal, e a quantidade de animações que envolvem a navegação tornariam o processo ainda mais demorado e sujeito a atrasos

Interface em testes (à esquerda) comparada ao visual atual (à direita). (Imagem: Reprodução/XDA-Developers)
Interface em testes (à esquerda) comparada ao visual atual (à direita). (Imagem: Reprodução/XDA-Developers)

Na prática, isso pode incomodar a base de usuários do aplicativo acostumada com a disposição dos botões (e do tempo estimado de viagem) localizados na parte superior. A versão repaginada faz sentido e está de acordo com a identidade dos outros apps do ecossistema Google, mas pode não ser tão boa para apresentação de informações e, de fato, ser menos intuitiva do que a disposição.

Por sorte, as mudanças não são permanentes e podem passar por alterações. Se o Google pretende deixar o mapa mais visível, seria interessante que considerasse apenas “descolar” os botões do bloco superior e retrabalhar sua apresentação. Dessa forma, pelo menos, o aplicativo não deixaria de exibir as estimativas direto na tela principal e preservaria o acesso rápido aos modos de deslocamento.

Já que ainda está em testes, não há previsão para a liberação das alterações, mas as mudanças serão feitas através de uma atualização e não tão discretamente quanto a liberação do Street View em tela dividida, provavelmente.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: