Mercado abrirá em 5 h 59 min
  • BOVESPA

    129.513,62
    +1.085,64 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.558,32
    +387,54 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,33
    +0,03 (+0,04%)
     
  • OURO

    1.779,00
    +2,30 (+0,13%)
     
  • BTC-USD

    34.443,45
    +1.411,38 (+4,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    829,92
    +43,30 (+5,50%)
     
  • S&P500

    4.266,49
    +24,65 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    34.196,82
    +322,58 (+0,95%)
     
  • FTSE

    7.109,97
    +35,91 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    29.275,54
    +393,08 (+1,36%)
     
  • NIKKEI

    29.066,18
    +190,95 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    14.359,50
    +5,25 (+0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8696
    +0,0073 (+0,12%)
     

Google leva multa de mais de R$ 1 bi e vai rever prática no mercado de anúncios

·2 minuto de leitura

O Google concordou em pagar uma multa de 220 milhões de euros (R$ 1,35 bilhões, em conversão direta) e rever sua estratégia de anúncios nesta segunda-feira (7). Decisão da Autorité de la Concurrence (AMF), da França, partiu da conclusão de que o Google estaria favorecendo os próprios serviços de anúncios em editores de sites e apps mobile.

A companhia não contestou as acusações ou a decisão da autoridade, aceitando o pagamento da multa milionária. O órgão francês entendeu que o Google Ad Manager (plataforma de gerenciamento de propagandas) dava mais espaço para o mercado de anúncios da própria gigante, o Google AdX — um abuso da sua posição de liderança no mercado.

“A decisão de sancionar o Google é de significância particular porque é a primeira do mundo focada nos complexos processos de leilão algorítmicos do qual o mercado de anúncios online depende”, disse a chefe antitruste da França, Isabelle de Silva.

A plataforma de gerenciamento dava ao Google AdX dados estratégicos, como valores dos lances vencedores. O AdX, por sua vez, teve acesso privilegiado às solicitações feitas por anunciantes por meio dos serviços, enquanto traduzia dados mais facilmente quando combinado com o Ad Manager.

Em paralelo, o Google se comprometeu em mudar suas práticas no mercado de anúncios para preservar a competitividade do setor. Uma das primeiras alterações seria no aprimoramento do Ad Manager com os serviços de publicidade concorrentes e outros espaços de venda, conforme o órgão regulador francês. Mudanças entrariam em ação no primeiro trimestre de 2022.

“Iremos testar e desenvolver essas mudanças nos próximos meses antes de aplicarmos em grande escala”, afirmou o Google. A nova abordagem sobre a publicidade, a plataforma de gerenciamento e o serviço de anúncios foram descritos pela companhia no texto em texto publicado no seu site oficial.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos