Mercado fechará em 5 h 34 min
  • BOVESPA

    117.699,98
    +502,16 (+0,43%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.990,25
    +144,42 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,07
    +0,31 (+0,35%)
     
  • OURO

    1.718,60
    -2,20 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    19.979,20
    +159,95 (+0,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    454,51
    -8,62 (-1,86%)
     
  • S&P500

    3.757,16
    -26,12 (-0,69%)
     
  • DOW JONES

    30.062,51
    -211,36 (-0,70%)
     
  • FTSE

    6.965,72
    -86,90 (-1,23%)
     
  • HANG SENG

    18.012,15
    -75,82 (-0,42%)
     
  • NIKKEI

    27.311,30
    +190,77 (+0,70%)
     
  • NASDAQ

    11.568,25
    -55,50 (-0,48%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1061
    -0,0618 (-1,20%)
     

Google lança ferramentas para reforçar transparência nas Eleições 2022

O Google anunciou o lançamento de um conjunto de novas medidas para aprimorar o mecanismo de busca e oferecer mais transparência para os usuários durante as eleições de outubro de 2022. Em apresentação realizada nesta quarta-feira (31), a empresa lançou a ferramenta "Como Votar", recurso criado em parceria com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para esclarecer a dúvida mais comum dos brasileiros.

O "Como Votar" funcionará como uma central de informações confiáveis na qual as pessoas aprenderão a usar a urna eletrônica, descobrir o local de votação, saber dia e horário do pleito e se informar sobre os documentos necessários para o cumprimento do dever cívico. O local também contará com uma área de perguntas e respostas para sanar outras dúvidas comuns.

Para ensinar como votar, foi criada área especial na Pesquisa do Google (Imagem: Captura de tela/Alveni Lisboa/Canaltech)
Para ensinar como votar, foi criada área especial na Pesquisa do Google (Imagem: Captura de tela/Alveni Lisboa/Canaltech)

Segundo a companhia, neste ano, a experiência foi reforçada com mais conteúdos e links extras para guiar o eleitor a sites seguros onde poderão baixar o aplicativo e-Título, saber em qual zona eleitoral estão alocados e mandar dúvidas para o serviço criado pelo TSE exclusivamente para tal finalidade.

A central contará com notícias recentes sobre as eleições, como pesquisas eleitorais oficiais e vídeos orientativos. Esses materiais foram criados pelo Tribunial Superior Eleitoral para mostrar a segurança das urnas eletrônicas e todo o processo de votação, apuração e divulgação dos resultados.

Regras novas para anúncios políticos

Ainda no evento de hoje, o Google anunciou a entrada em vigor da política do Relatório de Transparência de Anúncios Políticos com foco em propagandas ao nível estadual. A partir da próxima quinta-feira (1), os candidatos locais que comprem anúncios eleitorais deverão ser verificados. Estes são os cargos afetados:

  • governadores e vice-governadores

  • deputados de Assembleia Legislativa Estadual

  • deputados distritais da Câmara Legislativa do Distrito Federal

Até então, apenas candidatos aos cargos de deputado federal, senador e presidente da República eram obrigados — essa política já vigorava ao nível federal desde novembro de 2021. Com a mudança, todos os anúncios, federais ou estaduais, serão integrados e visualizados no Relatório de Transparência de Anúncios Políticos.

Este site é indispensável para quem trabalha com anúncios políticos pagos no Google Ads (Imagem: Reprodução/Google)
Este site é indispensável para quem trabalha com anúncios políticos pagos no Google Ads (Imagem: Reprodução/Google)

O objetivo da mudança é permitir que candidatos e partidos saibam quem foi o responsável por veicular determinada peça, caso seja necessária alguma intervenção da Justiça Eleitoral. Muita gente se escondia no anonimato para comprar propaganda difamatória ou falsa contra um rival político, o que dificultava a identificação do autor.

Google Trends Eleições 2022

Após lançar o site focado nas Eleições 2022, o Google Trends agora liberou o relatório oficial. Trata-se de um estudo inédito baseado em dados da ferramenta de análise das buscas para saber o que os brasileiros estão pesquisando.

Assim como na web, o relatório mostra quais são os interesses sobre temas relevantes, tais como corrupção, educação, emprego, saúde pública, segurança, meio ambiente e outras categorias relacionadas. O documento deve subsidiar as estratégias de campanha dos candidatos e contribuir para debates políticos mais focados no desejo do povo.

O Trends mostram os assuntos mais pesquisados, relacionados à cada candidato e regiões do Brasil (Imagem: Captura de tela/Kris Gaiato/Canaltech)
O Trends mostram os assuntos mais pesquisados, relacionados à cada candidato e regiões do Brasil (Imagem: Captura de tela/Kris Gaiato/Canaltech)

Jornalistas, pesquisadores e gestores públicos também terão acesso ao Relatório Google Trends Eleições 2022, assim poderão conhecer o Brasil por intermédio dos anseios da busca. A Central Google Trends — Eleições 2022 foi utilizada no primeiro debate eleitoral, realizado no último domingo (28) na TV Band e com retransmissão pelo YouTube e parceiros.

Por fim, o Google também reforçou parceria com sites de produção de conteúdo e checadores de informações. A ITS Rio, a Folha de S.Paulo e o podcast Eleições na Internet são exemplos de projetos apoiados pela empresa. Na parte de checagem, a empresa cita exemplos como o Projeto Comprova, que acabou de lançar um aplicativo para reunir conteúdos verificados por mais de 43 veículos de imprensa.

A partir de hoje, a gigante das buscas lançará uma série de vídeos sobre educação midiática, democracia e cidadania. O "Google para Eleitores" pretende ajudar os brasileiros a buscar informações de qualidade, pesquisar em fontes respeitadas e checar sempre a veracidade das notícias antes de repassá-las. A iniciativa está disponível no canal do Google Brasil no YouTube, que tem mais de 1,3 milhão de inscritos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: