Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.183,95
    -355,84 (-0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.377,47
    +695,28 (+1,52%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,03
    +1,28 (+2,14%)
     
  • OURO

    1.710,70
    -22,90 (-1,32%)
     
  • BTC-USD

    50.939,50
    +3.406,68 (+7,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.018,84
    +30,74 (+3,11%)
     
  • S&P500

    3.819,72
    -50,57 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    31.270,09
    -121,43 (-0,39%)
     
  • FTSE

    6.675,47
    +61,72 (+0,93%)
     
  • HANG SENG

    29.880,42
    +784,56 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    29.559,10
    +150,93 (+0,51%)
     
  • NASDAQ

    12.671,25
    -384,00 (-2,94%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7751
    -0,0870 (-1,27%)
     

Google Keep vai emitir lembretes com base na localização do usuário

Diego Sousa
·1 minuto de leitura

O pessoal do site Android Police encontrou um novo recurso na versão v.5.20.511.03 do Google Keep que trouxe lembretes baseados em localização. Agora, assim que o usuário chegar a um local previamente configurado, o app de notas e lembretes mostrará uma notificação automaticamente. A novidade ainda não está disponível para todos os usuários.

O Keep agora exibe uma lista pop-up repleta de sugestões: é possível definir um horário sugerido ou fazer com que o aplicativo envie um lembrete quando o usuário chegar em casa ou no local de trabalho. Antes de definir os lembretes baseados na localização, no entanto, será preciso marcar os locais na sua conta do Google para os endereços aparecerem no app.

(Imagem: Reprodução/Android Police)
(Imagem: Reprodução/Android Police)

Além disso, quando houver uma possibilidade de atraso, o Keep deve dará mais precisão ao lembrete identificando a distância que falta para sua casa e o tempo previamente definido, assim ele deve notificar o usuário somente quando chegar em casa. Vale lembrar que na atual versão estável do aplicativo, é preciso inserir o local manualmente (imagem abaixo), ou seja, a nova função é muito mais intuitiva.

(Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
(Imagem: Diego Sousa/Canaltech)

O Canaltech verificou se a novidade já estava disponível na versão brasileira do aplicativo, mas não conseguiu encontrá-la. A matéria será atualizada assim que ela for lançada.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: