Mercado fechará em 1 h 20 min

Google Fotos vai finalmente facilitar o gerenciamento de arquivos na web

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Google Fotos passou a dar mais detalhes sobre o espaço ocupado por fotos em backup na versão web. Uma recente atualização na versão disponível via navegador incluiu dados como data de backup, localização, dispositivo de origem e, mais importante ainda, se um arquivo ocupa (ou não) o armazenamento da conta Google.

Gerenciar o próprio armazenamento no Google se tornou um hábito extremamente importante, principalmente em contas gratuitas, depois que o Google Fotos deixou de oferecer backup gratuito para fotos em “Alta qualidade” no ano passado. Todo usuário fã de fotografia precisa ficar atento às pastas que fazem backup e evitar que os 15 GB gratuitos apareçam lotados de repente.

A ficha completa do arquivo pode ser vista somente na versão web do Google Fotos (Imagem: Reprodução/9to5Google)
A ficha completa do arquivo pode ser vista somente na versão web do Google Fotos (Imagem: Reprodução/9to5Google)

Contudo, não é tão fácil saber quais fotos estão armazenadas na nuvem e quais não estão — e o Google alega trabalhar em tornar essa revisão mais fácil. Nesse último update, a plataforma deu um passo nessa direção e, nos detalhes do arquivo, apresenta em cada foto ou vídeo:

  • Data de criação;

  • Localização;

  • Dispositivo de origem;

  • EXIF;

  • Nome do arquivo;

  • Qualidade em que foi armazenado (original ou “Alta qualidade”);

Ao final da ficha de informações, o Google Fotos informa se o arquivo ocupa espaço no armazenamento em nuvem — e, se sim, quanto ocupa. Essa distinção é extremamente importante, uma vez que fotos e vídeos guardados no Google antes do fim da gratuidade continuam sem ocupar espaço na memória — portanto, apagá-las não vai ajudar a poupar espaço.

Vantagem sobre os apps

Apesar de ser um detalhe importante para o usuário, as informações sobre o arquivo não estão disponíveis da mesma maneira no app para celular. Não se sabe se o recurso está em desenvolvimento no Google ou se a empresa manterá essas diferenças entre as plataformas, portanto, enquanto a função não for implementada no aplicativo mobile, a versão web continuará melhor para gerenciar as fotos no serviço.

A disponibilidade da ficha mais completa sobre cada arquivo do Google Fotos ainda não é ampla — parece ser distribuída gradativamente, ao que aponta o site 9to5Google. Portanto, pode não ter aparecido para você ainda — neste caso, resta esperar.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos