Mercado fechado
  • BOVESPA

    130.029,32
    -178,64 (-0,14%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.950,67
    -78,87 (-0,15%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,25
    +1,37 (+1,93%)
     
  • OURO

    1.860,00
    -5,90 (-0,32%)
     
  • BTC-USD

    39.921,39
    +242,24 (+0,61%)
     
  • CMC Crypto 200

    995,43
    -15,18 (-1,50%)
     
  • S&P500

    4.246,81
    -8,34 (-0,20%)
     
  • DOW JONES

    34.299,79
    -93,96 (-0,27%)
     
  • FTSE

    7.172,48
    +25,80 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    28.638,53
    -203,60 (-0,71%)
     
  • NIKKEI

    29.441,30
    +279,50 (+0,96%)
     
  • NASDAQ

    14.034,75
    -90,00 (-0,64%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1140
    -0,0175 (-0,29%)
     

Google Fotos tem ferramenta para ajudar a economizar espaço

·2 minuto de leitura
Google Fotos tem ferramenta para ajudar a economizar espaço
Google Fotos tem ferramenta para ajudar a economizar espaço

Falta pouco para que o Google Fotos limite o armazenamento de arquivos no aplicativo. E por “pouco” entenda apenas uma semana, na próxima terça-feira (1º). Agora, antes da mudança, a big tech adicionou uma ferramenta para ajudar os usuários da modalidade gratuita a gerenciar o armazenamento de suas imagens.

Atualmente, o Google oferece backup gratuito de alta qualidade para todos os vídeos e fotos, algo que elevou bastante os downloads do aplicativo. O app continuará grátis, mas com um limite de 15 GB, já oferecidos a todas as contas Google. Quem precisar de mais, terá que pagar.

Leia mais:

Dito isto, a empresa também vai auxiliar os usuários que não pretendem gastar com o Google Fotos. A nova ferramenta vai analisar as fotos, procurando por imagens borradas, capturas de tela e vídeos grandes, listando-os para que o usuário os delete da nuvem, caso deseje. Antes de apagar, há a opção de revisar os itens.

GIF animado mostrando a ferramenta de gerenciamento de armazenamento em uso no Google Fotos
O Google Fotos vai listar fotos borradas para gerenciamento. Imagem: Google/Reprodução

As novidades servem também para quem paga por mais espaço e mesmo assim deseja economizar. Tanto os usuários da modalidade paga quanto da gratuita receberão uma estimativa de quanto tempo o armazenamento pode durar. O recurso leva em consideração a frequência com que a pessoa faz o backup de fotos e vídeos na conta.

Segundo o Google, mais de 80% dos usuários levam três anos para armazenar 15 GB de arquivos em alta qualidade. Quando estiverem chegando perto do limite, um e-mail será enviado, notificando o cliente.

O serviço de armazenamento de arquivos na nuvem vai custar US$ 1,99 por mês na modalidade de 100 GB e US$ 3 na versão de 200 GB. Donos de smartphones Google Pixel, desde o primeiro, de 2016, até o Pixel 5, continuarão com o backups ilimitados de alta qualidade.

Vale lembrar que imagens carregadas no Google Fotos até o dia 31 de maio não vão contar no armazenamento da conta, mesmo após a data da mudança. O limite só vai ser aplicado a novos arquivos enviados a plataforma.

O Olhar Digital explicou o que fazer após o fim da gratuidade do Google Fotos neste tutorial AQUI.

Via: XDA

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!