Mercado fechado

Google exagerou na promessa do Stadia, diz CEO da Take Two

Wagner Wakka

Strauss Zelnick, CEO da Take-Two, mudou seu pensamento sobre o Stadia, plataforma de games por streaming do Google. A Take Two é publicadora de títulos como Red Dead Redemption 2 e a franquia Borderlands, além de uma das primeiras apoiadoras do novo serviço do Google. Contudo, o executivo agora pensa se o Google prometeu demais sobre o Stadia.

Em entrevista concedida no evento Bernstein Annual Strategic Decisions Conference, Zelnick foi questionado sobre a parceria com o Google. “O lançamento do Stadia tem sido lento. Eu acho que houve uma promessa exagerada do que a tecnologia poderia oferecer, o que levou a certo desapontamento do consumidor”, respondeu.

A fala do executivo é mais uma representação de que o Stadia ainda sofre para conseguir seu espaço no mercado da games. A Take-Two é uma das poucas grandes companhias que mantêm seus jogos na plataforma, com Red Dead Redemption 2, NBA 2K20 e Borderlands 3. De acordo com o Zelnick, os títulos vão continuar por lá “até que o modelo de negócio faça sentido”.

Preço

Um dos pontos de crítica do Stadia é seu modelo de negócio adotado pelo Google. Inicialmente, esperava-se que a plataforma fosse semelhante à Netflix. Ou seja, o jogador pagaria um preço fixo e teria acesso a uma biblioteca de jogos por streaming. Contudo, o Stadia também exige que o jogador compre os games individualmente, além de pagar pelo uso da plataforma nos planos que entregam gráficos 4K a 60 FPS.

“Se você vai pagar US$ 60 ou mais por um lançamento, ou até mais internacionalmente, você não estaria disposto a comprar um console de US$ 300?”. questiona Zelnick. "A crença de que os streaming seria transformador foi baseada na visão de que havia uma alta parcela de pessoas que realmente estaria interessada em entretenimento eletrônico, e realmente pagaria por isso, mas não queria ter um console. Eu não tenho certeza se isso acontece”, completou.

Lançado em novembro do ano passado, o Stadia ainda é alvo de várias críticas por não conter grande parte das promessas anunciadas no evento de anúncio, em março de 2019, durante a Games Developers Conference. Entre as funções aguardadas estão o compartilhamento familiar, a opção de salvar e compartilhar um momento da gameplay, além de não funcionar no lançamento em todos os dispositivos prometidos.

Ainda vale lembrar que o Stadia não está disponível no Brasil.

Fonte: Canaltech