Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,95 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,70 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +2,70 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    19.275,64
    -195,87 (-1,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,83 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    +81,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5587
    +0,0531 (+0,96%)
     

Google Drive vai avisar se um arquivo seu for considerado spam

·2 min de leitura

O Google Drive deixará mais claro quando um arquivo é categorizado como spam pelas regras da plataforma. A partir desta quarta (15), se um documento cair no pente fino do armazenamento em nuvem, o dono da conta criadora será notificado via e-mail e poderá contestar a avaliação da empresa.

Quando um arquivo é visto como spam pelo Drive, todos os links de compartilhamento são revogados e não dá para compartilhá-lo novamente. Essas restrições podem se tornar um baita inconveniente para pessoas que precisam lidar com o armazenamento do Google diariamente, já que os documentos precisariam ser subidos novamente para a nuvem, criando uma redundância.

A mensagem informativa destaca qual arquivo foi categorizado como spam e fornece links para contestar a avaliação (Imagem: Reprodução/Google)
A mensagem informativa destaca qual arquivo foi categorizado como spam e fornece links para contestar a avaliação (Imagem: Reprodução/Google)

Essas ocorrências passaram a ser mais comuns desde maio deste ano, quando o Google permitiu que usuários bloqueiem uns aos outros a fim de evitar o “spam de arquivos”. Um dos problemas mais recorrentes do armazenamento do Google era a bagunça que pode se tornar a seção “Compartilhados Comigo”, em que são reunidas absolutamente todas as pastas concedidas por outras contas — às vezes, nem sempre desejadas.

O e-mail, conforme mostra uma captura de tela, informa que o documento acusado de spam viola a Política contra Spam do Google Drive. O dono do diretório ainda pode acessá-lo normalmente e, se acredita que se trata de um engano, ele pode pedir por uma reavaliação num botão na parte de baixo.

No anúncio, a companhia não detalhou o prazo para a reavaliação, tampouco se os links e os compartilhamentos anteriores voltam a funcionar normalmente.

O usuário não precisa fazer nada para receber e-mails informativos. Contudo, por se tratar de uma dor de cabeça, é melhor nem torcer que esse tipo de mensagem chegue à sua caixa de entrada.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos