Mercado abrirá em 8 h 48 min

Google Drive simplifica compartilhamento de arquivos com uso de atalhos

Claudio Yuge

O Google vem realizando mudanças estruturais em seu serviço de armazenamento em nuvem e, agora, uma funcionalidade que vinha sendo testada por alguns usuários começa a ser liberada para todos. Os usuários poderão criar atalhos de seus arquivos e espalhá-los pelas pastas do Google Drive sem ter que movê-los ou gerar outras cópias. A ideia é simplificar a distribuição de um mesmo conteúdo e manter a matriz em um só lugar, o que favorece as alterações e o gerenciamento do texto.

Funciona assim: ao clicar com o botão direito na versão web ou selecionar o documento no app mobile, a caixa de opções exibe o recurso “Adicionar atalho no Drive”. Em seguida, é só escolher o destino, que então passará a exibir um ícone que avisa se tratar de um atalho. Além de manter mais controle sobre o arquivo original, isso também economiza espaço e mantém a origem das reproduções sinalizado e organizado.

GIF: Divulgação/Google

Como há um grande apelo corporativo nessa novidade, as restrições de visibilidade e edição continuam sob poder do administrador do conteúdo o original. Com isso, a alternativa “Adicionar ao Meu Drive” foi substituída por “Adicionar atalho no Drive” em todos os tipos de documentos disponíveis no ecossistema, seja em Documentos, Apresentações ou Planilhas.

Além disso, o Google adiantou que a partir do dia 30 de setembro não será mais possível colocar o mesmo arquivo em várias pastas no Meu Drive, nem por meio da API do sistema, pois cada documento "viverá apenas em um único local". Nesse prazo, a empresa transformará todos os conteúdos iguais em diferentes locais do Drive em atalhos.

Essa ferramenta deve ser distribuída gradualmente a partir desta quinta-feira (26), tanto na versão web quanto para o Drive do iOS e Android.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: