Mercado abrirá em 1 h 39 min
  • BOVESPA

    100.774,57
    -1.140,88 (-1,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.007,16
    +308,44 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    67,11
    +1,54 (+2,35%)
     
  • OURO

    1.774,10
    -10,20 (-0,57%)
     
  • BTC-USD

    56.626,45
    -519,98 (-0,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.443,98
    -25,10 (-1,71%)
     
  • S&P500

    4.513,04
    -53,96 (-1,18%)
     
  • DOW JONES

    34.022,04
    -461,68 (-1,34%)
     
  • FTSE

    7.125,80
    -42,88 (-0,60%)
     
  • HANG SENG

    23.788,93
    +130,01 (+0,55%)
     
  • NIKKEI

    27.753,37
    -182,25 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.928,50
    +58,75 (+0,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4085
    -0,0383 (-0,59%)
     

Google Drive e Meet receberão importante melhoria de segurança

·2 min de leitura

O Google vai implementar criptografia para proteger dados do lado do cliente nos aplicativos de desktop do Drive e do Meet. A ideia é tornar mais segura a transferência de informações entre o serviço de armazenamento na nuvem e o software de videoconferência, ambas soluções muito usadas no mercado pessoal e empresarial.

Essa adição não chega a ser uma novidade, porque a gigante das buscas já havia anunciado, no início do ano, a intenção de adicionar uma cada extra de segurança nas máquinas dos usuários do Google Workspace: Drive, Documentos, Planilhas e Apresentações, que abrangeria também arquivos PDFs, fotos e outras extensões hospedadas na nuvem.

A criptografia do lado do cliente deve ajudar a oferecer uma camada extra de segurança (Imagem: Reprodução/Google)
A criptografia do lado do cliente deve ajudar a oferecer uma camada extra de segurança (Imagem: Reprodução/Google)

Uma das maiores críticas à companhia era a falta de criptografia de ponta a ponta nos serviços da companhia, em especial naqueles voltados para o mercado empresarial, no qual o trânsito de informações sensíveis é fator preponderante. Isso fez com que muita gente optasse por soluções rivais na tentativa de garantir uma comunicação mais eficaz e sem o risco de acesso indevido por terceiros em caso de interceptação.

Além de expandir o beta para mais interessados, o Google também deve disponibilizar suas APIs de chaves para que desenvolvedores possam usá-la para proteger suas aplicações. Estão nos planos também a criação de parcerias com outras empresas do segmento, como Fortanix e Stormshield para aprimorar ainda mais a segurança digital.

Mais segurança para usuários

Assinantes dos planos Enterprise Plus e Education Plus já podem se inscrever para desfrutar desse mecanismo extra de segurança, desde que os administradores autorizem. Os demais clientes ainda precisarão esperar um pouco mais para receber a novidade em definitivo, ainda sem previsão para ampla distribuição.

Na semana passada, o Meet passou a permitir que anfitriões de videochamadas desliguem as câmeras ou silenciem os microfones dos usuários de modo permanente nas chamadas em grupo. A criptografia do lado do cliente permitirá ao Google rivalizar com o WhatsApp em termos de segurança de chats e adicionar uma pitada importante de proteção no segmento de videoconferências para superar o Zoom e o Microsoft Teams.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos