Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,17 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,14 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.865,90
    -50,40 (-2,63%)
     
  • BTC-USD

    23.432,05
    -172,49 (-0,73%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,93 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5385
    +0,0488 (+0,89%)
     

Google Docs recebe suporte há recurso que muitos pensavam já existir

O Google Docs finalmente recebeu suporte aos chamados caracteres não imprimíveis, algo que quase muitos pensavam já existir há muito tempo. Essas representações visuais mostram espaços, parágrafos e quebras de linha no documento, mas ficam escondidos quando alguém gera um PDF ou imprime a folha na impressora.

Segundo o blog oficial do Docs, a opção será posicionada no menu Exibir para facilitar a edição de um documento. Muitas vezes, o usuário fica na dúvida se aquele espaço na formatação foi feito com a ferramenta de espaçamento ou se foi apenas um "Enter", o que seria visível com esses elementos.

Muita gente não curte trabalhar com esse estilo de exibição porque acha a tela poluída demais. Por outro lado, pode ser fundamental para os que tem na revisão ou edição de texto o seu ganha-pão cotidiano, principalmente quem precisa seguir as regras da ABNT.

Os elementos visuais de formatação são mostrados apenas na tela e não aparecem na hora da impressão (Imagem: Reprodução/Google)
Os elementos visuais de formatação são mostrados apenas na tela e não aparecem na hora da impressão (Imagem: Reprodução/Google)

Antes, a única maneira de adicionar os caracteres não imprimíveis era com extensões criadas por terceiros. Agora, passa a ser algo nativo do Docs, deixando-o em pé de igualdade com o Microsoft Word, o qual possui essa funcionalidade há cerca de 30 anos — desde as primeiras versões.

A verdade é que este é um daqueles recursos que as pessoas se espantam ao descobrir não ter sido incluído ainda. Como a ferramenta não é tão popular, a maioria acabou nem sentindo falta desses elementos visuais, mesmo sendo escritores ou redatores.

Quando chegam os caracteres não imprimíveis no Google Docs?

A ferramenta de visualização será incorporada para todas as contas pessoais, empresariais e educacionais de modo gradual. A previsão do Google é de entregar para todos os usuários até o dia 7 de fevereiro de 2023. Como de costume, não é preciso baixar nada, pois a suíte de apps roda diretamente no navegador.

Ontem (10), o Docs também recebeu melhorias em outra ferramenta que pouca gente conhece: a digitação de textos por voz. Além de tornar o ditado mais compreensível pelo algoritmo da plataforma, a empresa prometeu expandir a compatibilidade com outros navegadores além do Google Chrome.

No final do ano passado, o editor de textos introduziu um poderoso aliado para os desenvolvedores de aplicativos. Os programadores passaram a conseguir destacarem códigos em documentos graças à visualização otimizada com estilos, formatações e cores adequadas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: