Mercado abrirá em 3 mins
  • BOVESPA

    125.675,33
    -610,27 (-0,48%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.634,60
    +290,49 (+0,57%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,51
    -0,11 (-0,15%)
     
  • OURO

    1.829,10
    -6,70 (-0,36%)
     
  • BTC-USD

    38.768,36
    -919,31 (-2,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    921,22
    -9,14 (-0,98%)
     
  • S&P500

    4.419,15
    +18,51 (+0,42%)
     
  • DOW JONES

    35.084,53
    +153,60 (+0,44%)
     
  • FTSE

    7.027,75
    -50,67 (-0,72%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.871,50
    -166,25 (-1,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0625
    +0,0220 (+0,36%)
     

Google diz que vai acabar com cookies no Chrome até 2023

·2 minuto de leitura
Google diz que vai acabar com cookies no Chrome até 2023
Google diz que vai acabar com cookies no Chrome até 2023

O Google afirmou hoje (24/06), em seu blog, que pretende acabar com os chamados cookies de terceiros no Google Chrome até 2023. A iniciativa é parte do programa Privacy Sandbox, que pretende melhorar a privacidade e a segurança no uso da internet e estava prevista desde seu anúncio, em 2019.

Embora a proposta de “tornar os cookies obsoletos” já fosse conhecida, ainda não tínhamos uma data ou um calendário de quando as mudanças se efetivariam. E a demora, segundo a empresa, é justificada. A dificuldade se deve ao “ecossistema” da internet, nas palavras dela. Com isso, ela provavelmente se refere principalmente ao tempo necessário até que os anunciantes e os desenvolvedores se acostumem com as novidades.

Além da remoção dos cookies, o Google pontuou que quatro outras propostas para tornar a internet mais segura, de um total de 30, já estão em fase de testes. Mas antes que tudo isso aconteça, o Google quer se certificar de que algumas tecnologias essenciais para o prosseguimento do plano estejam estabelecidas.

Assim, a primeira fase do cronograma está planejada para ocorrer no fim de 2022, com duração de nove meses. Na segunda fase, com previsão de início em meados de 2023, o Google finalmente encerraria o suporte do Chrome a cookies de terceiros. E tudo isso, segundo a empresa, levaria somente três meses.

Disputa pode adiar o “fim dos cookies” no Chrome

A má notícia é que apesar dessa relativa rapidez, o sucesso desse cronograma não depende exclusivamente do Google. Isso porque o cronograma precisa ser aprovado pela Autoridade de Concorrência e Mercados (CMA) do Reino Unido, agência reguladora britânica que se encontra atualmente em disputa com o Google. Para o órgão do Reino Unido, a substituição dos cookies pelos FloCs, também parte da Privacy Sandbox e algo essencial para a realização da primeira fase do planejamento, representaria uma manobra monopolizadora.

Assim, é possível que todo o planejamento do Google vá por água abaixo, no caso da empresa e da CMA não conseguirem entrar em acordo até julho, data em que as investigações da agência serão concluídas. De qualquer jeito, o Google afirmou que vai manter todos atualizados através do site oficial da Privacy Sandbox e do seu próprio blog.

Via 9to5Google

Imagem: Vitaly Vlasov/Pexels

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos