Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    35.368,42
    -487,36 (-1,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.017,75
    -138,50 (-0,98%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

Google dificultou acesso a recursos de privacidade do Android, revela documento

·2 minuto de leitura

O Android 12 será um grande marco em privacidade na história do sistema, mas o Google não teria adotado tais políticas de braços abertos. Documentos não editados encaminhados para uma disputa judicial mostram que a gigante testou sistemas com configurações de privacidade fáceis de encontrar, mas mudou de ideia quando viu que isso seria “um problema”.

Informações concedidas pela procuradoria-geral do estado do Arizona, Estados Unidos, alegam que o Google dificultou o acesso a algumas opções de privacidade após constatar que seria má ideia fornecer controles mais acessíveis aos usuários. Segundo os documentos, a companhia teria removido o botão de fornecimento de localização das Configurações Rápidas de alguns celulares da linha Pixel.

(Imagem: Renato Santino/Canaltech)
(Imagem: Renato Santino/Canaltech)

Ainda de acordo com os papeis, o Google coletaria dados de posicionamento mesmo quando o fornecimento estivesse desabilitado e, em paralelo, teria entrado em contato com fabricantes parceiras a fim de convencê-las a esconder o botão de localização das Configurações Rápidas para a segunda página do menu.

Verificando no próprio Android 12, o site Android Authority notou o sumiço do botão de localização do Pixel 4. Por outro lado, no Pixel 3a XL aqui do Canaltech, o botão para fornecimento da localização pode ser encontrado nas Configurações Rápidas na segunda página. A inconsistência mostra que a situação é, no mínimo, inconclusiva: apesar das alegações documentadas, a ausência do botão pode ser um bug ou um teste estilo A/B.

Assunto controverso no Google

Toda vez que o usuário compartilha sua localização pelo celular, o Google também recebe esses dados, apontam os documentos. A companhia estaria tirando proveito de métodos avançados para coleta de informações e políticas confusas tanto para o utilizador quanto para alguns de seus próprios funcionários — que reconhecem a prática, mas também discordam dela, segundo reportagem do Business Insider.

“Então não há nenhuma forma de fornecer sua localização para um aplicativo de terceiros sem compartilhá-la com o Google? Isso não parece algo que gostaríamos que saísse na primeira página do [New York Times]”, indaga um dos funcionários da companhia.

Em seu , o ex-executivo do Google Maps Jack Menzel disse que a única forma de evitar que o Google não identificasse onde o usuário mora ou trabalha seria atribuir um título aleatório a esses locais no mapa. A solução, além de contraintuitiva, implicaria que a gigante interpreta os dados fornecidos pelos usuários — avaliando o tempo em que passa pelo local, horários e hábitos da rotina.

Essa não é a primeira vez que o Google é adjetivado como faminto por dados, especialmente a localização, dos usuários Android. Em 2018, uma pesquisa divulgada pelo Associated Press mostrou que, mesmo com a opção “histórico de localização” desligada, a companhia continua coletando monitorando seus passos.

O desdobramento dessa disputa judicial deve levantar mais informações valiosas sobre o tratamento do Google com a base de usuários do Android. Mais dados sobre o caso, como sempre, serão noticiados aqui no Canaltech.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos