Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.348,80
    -3.132,20 (-2,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.892,28
    -178,62 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,04
    -0,32 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.827,70
    -2,20 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    36.568,81
    +1.568,14 (+4,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    701,93
    -33,21 (-4,52%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.735,71
    -66,25 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    28.573,86
    +76,96 (+0,27%)
     
  • NIKKEI

    28.519,18
    -179,12 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    12.759,00
    -43,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3930
    +0,0795 (+1,26%)
     

Google deve começar a exibir vídeos curtos do Instagram e TikTok nas buscas

Felipe Demartini
·2 minuto de leitura

Os vídeos curtos publicados por usuários do TikTok e Instagram podem, em breve, aparecer nos resultados das buscas do Google. Em testes cada vez mais extensos entre usuários mobile, o mecanismo está exibindo publicações desse tipo em pesquisas por temas específicos, trazendo também publicações semelhantes que são feitas por criadores de conteúdo no YouTube.

Seria uma resposta à popularidade desse tipo de conteúdo e de um fluxo maior de pesquisas por memes e outros tipos de conteúdos rápidos e viralizados que são compartilhados por meio dessas plataformas. Quem já teve que procurar por um meme no Google sabe que localizar uma publicação específica nem sempre é fácil, com a ideia do Google, possivelmente, sendo explorar esse potencial para gerar mais cliques e engajamento entre seus usuários.

Os primeiros testes do recurso teriam começado em novembro apenas com vídeos curtos no YouTube. Nesta semana, porém, usuários também começaram a ver resultados oriundos do TikTok e Instagram em uma pesquisa sobre um time de futebol americano que também trazia os links dos perfis oficiais da equipe nestas redes sociais. Receitas, artistas renomados, animais e memes, como não poderia deixar de ser, também estão entre alguns resultados flagrados por usuários no Twitter.

Ainda que mais extenso do que o experimento iniciado em novembro, os testes de agora ainda parecem restritos. Os usuários precisam estar utilizando o aplicativo do Google no sistema operacional Android, enquanto os resultados estariam aparecendo apenas para usuários do Reino Unido e Oriente Médio, sem uma previsão de quando nem se as pesquisas globais ou em outros dispositivos começarão a apresentar os mesmos resultados.

Oficialmente, o Google só confirmou a realização dos testes e disse que eles estão acontecendo em um formato limitado e ainda incipiente, sem dar mais detalhes sobre como estão acontecendo. Não deve gerar surpresa, entretanto, a ideia de que a companhia está trabalhando para aumentar a relevância dos resultados de pesquisas para acompanhar, justamente, o interesse dos usuários e o engajamento deles com a ferramenta de buscas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: