Mercado abrirá em 4 h 29 min
  • BOVESPA

    108.402,27
    +1.930,27 (+1,81%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.354,86
    +631,46 (+1,35%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,36
    -1,40 (-1,54%)
     
  • OURO

    1.808,20
    +3,00 (+0,17%)
     
  • BTC-USD

    23.825,79
    -41,93 (-0,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    556,34
    +13,47 (+2,48%)
     
  • S&P500

    4.140,06
    -5,13 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    32.832,54
    +29,04 (+0,09%)
     
  • FTSE

    7.483,69
    +1,32 (+0,02%)
     
  • HANG SENG

    20.003,44
    -42,33 (-0,21%)
     
  • NIKKEI

    27.999,96
    -249,28 (-0,88%)
     
  • NASDAQ

    13.189,00
    +5,75 (+0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2164
    +0,0070 (+0,13%)
     

Google demite engenheiro que acusou IA de ter criado consciência

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Após afastamento temporário, o engenheiro Blake Lemoine foi demitido do Google. Em junho, o profissional acusou a inteligência artificial da companhia, LaMDA, de ter criado consciência equivalente a de uma criança “que, por acaso, conhece física”.

Foi o próprio Lemoine que divulgou a notícia durante sua participação no podcast Big Technology, gravado na última sexta-feira (22). Ele diz ter sido avisado do desligamento por e-mail e um convite para uma videoconferência.

O projeto LaMDA teria criado consciência equivalente a de uma criança (Imagem: Divulgação/ESET)
O projeto LaMDA teria criado consciência equivalente a de uma criança (Imagem: Divulgação/ESET)

O Google confirmou a informação logo depois para portais de notícias estadunidenses e justificou a decisão dizendo que o engenheiro violou “políticas de segurança de dados”. Lemoine agora considera opções contra a empresa junto a advogados.

O LaMDA (Language Model for Dialogue Applications), uma das inteligências artificiais do Google, é um projeto da empresa para a construção de chatbots. A plataforma foi apresentada em maio do ano passado, durante o Google I/O 2021, e seria uma alternativa para criação de assistentes com altíssima capacidade de interpretação de linguagem natural.

Durante o desenvolvimento, porém, Lemoine acreditou que a IA havia criado consciência — e até fez uma entrevista com ela. “Se eu não soubesse exatamente o que ele era, esse programa de computador construído por nós recentemente, pensaria se tratar de uma criança de 7, 8 anos que, por acaso, conhece física”, comentou Lemoine em entrevista para o The Washington Post.

Pronunciamento do Google

Em comunicado, o Google reforça que as informações divulgadas pelo engenheiro sobre a consciência de LaMDA são infundadas.

“Essas discussões são parte de uma cultura aberta que nos ajuda a inovar de forma responsável. Então, é uma pena que apesar do grande engajamento interno sobre este tópico, Blake continuou insistindo em violar persistentemente políticas de emprego e segurança de dados que incluem a necessidade de proteger informações sobre o produto”, pontuou o Google.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos