Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.767,45
    -497,51 (-0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.129,88
    -185,81 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,08
    +0,02 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.779,40
    +2,00 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    33.892,39
    +1.279,44 (+3,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    805,90
    +11,57 (+1,46%)
     
  • S&P500

    4.246,44
    +21,65 (+0,51%)
     
  • DOW JONES

    33.945,58
    +68,61 (+0,20%)
     
  • FTSE

    7.090,01
    +27,72 (+0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.482,60
    +172,84 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    28.943,10
    +58,97 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    14.283,25
    +25,00 (+0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9152
    -0,0046 (-0,08%)
     

Google Chrome fica até 23% mais rápido após melhorias no JavaScript

·1 minuto de leitura
Google Chrome fica até 23% mais rápido após melhorias no JavaScript
Google Chrome fica até 23% mais rápido após melhorias no JavaScript

O Google anunciou que a última atualização do Chrome deixou o navegador até 23% mais rápido após as melhorias adicionadas no JavaScript V8, de código aberto e criado pela empresa para acelerar o desempenho do navegador compilando o código para o formato nativo de máquina antes de executá-lo.

Com a nova atualização, o V8 ganhou um novo motor para fazer a compilação do JavSacript de forma mais rápida e otimizando o uso da memória. A versão 91 Google Chrome começou a ser lançada ainda no começo desta semana e deve chegar a todos os usuários nos próximos dias.

“No M91, o Chrome é agora até 23% mais rápido com o lançamento de um novo compilador Sparkplug e chamadas internas curtas, economizando mais de 17 anos do tempo de CPU de nossos usuários a cada dia”, explicou Thomas Nattestad, gerente de produto do Chrome.

Novidades no Google Chrome

“Sparkplug é um novo compilador JavaScript que preenche a lacuna entre a necessidade de começar a executar rapidamente e otimizar o código para desempenho máximo. Chamadas internas curtas otimizam onde colocamos o código gerado na memória para evitar saltos indiretos ao chamar funções”, completou ainda.

Leia também!

Nos últimos anos, o Google vem trabalhando para otimizar o Chrome após os usuários reclamem do peso do navegador. Recentemente, foi revelado que o serviço atualmente requer 22% menos de memória no Windows quando comparado com as versões mais antigas.

A versão 89 do Chrome, lançada em março pelo Google, conseguiu adicionar uma economia de 8% na memória e de até 3% na unidade de processamento. Já no 87 a velocidade de carregamento das páginas foi otimizada.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos