Mercado abrirá em 8 h 3 min
  • BOVESPA

    106.247,15
    -2.542,18 (-2,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.394,03
    -1.070,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,51
    +0,92 (+0,84%)
     
  • OURO

    1.815,30
    -0,60 (-0,03%)
     
  • BTC-USD

    29.113,30
    -725,26 (-2,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    648,68
    -22,00 (-3,28%)
     
  • S&P500

    3.923,68
    -165,17 (-4,04%)
     
  • DOW JONES

    31.490,07
    -1.164,52 (-3,57%)
     
  • FTSE

    7.438,09
    -80,26 (-1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.179,30
    -464,98 (-2,25%)
     
  • NIKKEI

    26.400,65
    -510,55 (-1,90%)
     
  • NASDAQ

    11.940,75
    +5,25 (+0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2350
    +0,0167 (+0,32%)
     

Google Chrome 101 já está disponível; confira todas as novidades

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Google Chrome chegou à versão 101 como uma atualização menor, com poucas mudanças visíveis para o usuário, já que quase todas estão escondidas das pessoas. A maioria dos ajustes foi feito no código do navegador, voltados para otimizar a experiência, mas ainda estão em fase de finalização.

O principal "lançamento" para o usuário não está liberado publicamente e foca no gerenciador de senhas integrado do programa. Ao ativar o sinalizador (chrome://flags/#password-note), é possível adicionar notas de texto às senhas gravadas.

A ideia é adicionar contexto ou detalhes importantes a alguma credencial, como a data em que você trocou de senha ou alguma menção à resposta para as perguntas de segurança. Isso ainda está em fase de testes, portanto pode chegar oficialmente apenas em uma versão futura do Chrome.

Grupos de guias no desktop

É praticamente impossível achar alguém que use o Chrome no desktop sem ter várias guias abertas simultaneamente. O Chrome já havia lançado um recurso para criar grupos que possibilita melhor organização, mas esta atualização agora permite salvar um grupo para usar mais tarde.

A opção de Salvar Grupos de guias foi otimizada para ser mais funcional (Imagem: Reprodução/Android Police)
A opção de Salvar Grupos de guias foi otimizada para ser mais funcional (Imagem: Reprodução/Android Police)

Além de manter os grupos registrados na memória, o usuário pode removê-lo por um tempo e depois voltar, como se tivesse carregado um documento de Word, por exemplo. No modelo antigo, se você desfizesse um grupo gravado, ele era perdido para sempre.

Tal qual o outro recurso citado, o salvamento de grupos de guias precisa ser ativado com um novo sinalizador: chrome://flags/#tab-groups-save. As páginas serão gravadas na exata ordem e com os nomes de grupos atribuídos na barra de favoritos, assim a pessoa consegue manter o acesso rápido sem precisar deixar sites abertos, que consomem toda a sua memória RAM.

Interface de downloads melhorada

Não é de hoje que os desenvolvedores do Chrome buscam otimizar os downloads, principalmente porque o sistema do navegador parece meio defasado se comparado a outras soluções (inclusive as baseadas no Chromium). Agora, em vez de apenas colocar os arquivos transferidos naquela barra inferior, o programa passará a exibi-los em um menu à direita da barra de endereços.

A interface de download deixa de aparecer na parte inferior para ganhar um menu dedicado (Imagem: Reprodução/Android Police)
A interface de download deixa de aparecer na parte inferior para ganhar um menu dedicado (Imagem: Reprodução/Android Police)

O ajuste também possibilita ver o progresso individual de cada transferência e o usuário pode clicar com o botão direito do mouse no item desejado para ter ações rápidas, como abrir ou cancelar um download. Essas opções ainda podem mudar e também estão escondidas atrás de um sinalizador: chrome://flags/#download-bubble.

Fora esses recursos ocultos, o Chrome 101 traz uma opção para que sites esqueçam dispositivos USB conectados anteriormente. A ideia é limpar aquela longa lista de aparelhos e gadgets antigos que você não usa mais e atrapalham o fluxo de trabalho. Há também uma ferramenta de otimização do algoritmo de carregamento para determinados sites, bem como para exibir os recursos utilizados.

Vale lembrar que a maioria das mudanças mencionadas são para o Chrome 101 no desktop, portanto não funcionam na versão para iOS nem para Android. Se você já tem o programa, atualize-o ao clicar no Menu de três pontos > Ajuda > Sobre o Google Chrome. Espere concluir o download, reinicie o software e desfrute das novidades do navegador mais popular do mundo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos