Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.586,29
    -1.482,26 (-1,36%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.176,59
    +450,63 (+0,89%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,54
    -0,47 (-0,65%)
     
  • OURO

    1.801,80
    +3,80 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    17.254,17
    +445,39 (+2,65%)
     
  • CMC Crypto 200

    406,66
    +11,97 (+3,03%)
     
  • S&P500

    3.958,72
    +24,80 (+0,63%)
     
  • DOW JONES

    33.707,53
    +109,61 (+0,33%)
     
  • FTSE

    7.472,17
    -17,02 (-0,23%)
     
  • HANG SENG

    19.450,23
    +635,41 (+3,38%)
     
  • NIKKEI

    27.574,43
    -111,97 (-0,40%)
     
  • NASDAQ

    11.621,25
    +111,75 (+0,97%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4915
    +0,0251 (+0,46%)
     

Google celebra sucesso da NASA com brincadeira na página de buscas

Sucesso da missão DART, da NASA, foi comemorada por diversas agências e empresas de tecnologia (Steve Gribben/Johns Hopkins APL/NASA via AP)
Sucesso da missão DART, da NASA, foi comemorada por diversas agências e empresas de tecnologia (Steve Gribben/Johns Hopkins APL/NASA via AP)
  • Ao pesquisar por termos da missão DART, página de resultados mostra espaçonave colidindo com elementos da página;

  • Google e outras empresas, como SpaceX, comemoraram o sucesso da missão;

  • NASA demonstrou precisão ao atingir um alvo pequeno no meio do espaço.

O Google é uma das muitas empresas e entusiastas a comemorar o sucesso da missão DART, da NASA, que chocou uma espaçonave do tamanho de uma máquina de vendas de refrigerantes a um asteroide de 100 metros de diâmetro, o equivalente a um campo de futebol de ponta a ponta.

Para isso, o Google realizou um de seus famosos easter eggs em sua página de buscas. Desta vez, ao pesquisar por termos da missão em inglês, como "dart mission" ou "NASA dart", a página exibe uma espaçonave voando pela tela e colidindo com uma caixa de texto na lateral da página. Quando isso acontece, a página entorta.

Assim como a página do Google é jogada fora de seu alinhamento normal, a Nasa espera que o impacto da DART tenha tirado o asteroide Dimorphos de seus eixos, mudando sua rota. A missão foi um grande teste da capacidade da NASA de alterar a trajetória de um asteroide, caso ele estivesse vindo em direção à Terra como no filme "Não Olhe Para Cima".

No caso de Dimorphos, o corpo celeste não estava vindo em nossa direção, e nem representava nenhum perigo para à vida no planeta, mas mesmo assim o asteroide foi escolhido para testar o poderio da NASA. Isto porque ele orbita um outro asteroide, Didymos, oito vezes maior, de modo que além da força da trajetória normal de Dimorphos, a NASA teria também que superar a força gravitacional exercidida por Didymos.

A chegada bem-sucedida da espaçonave ao asteroide na noite de segunda-feira marcou o ponto mais dramático da missão. A espaçonave estava voando por 10 meses para atingir seu objetivo – embora o sucesso em mover o caminho do asteroide possa não ser visto por anos.

O recurso foi comentado em um tweet do administrador associado da NASA para a Diretoria de Missões Científicas na sede da NASA em Washington, Thomas Zurbruchen. Ele disse que o sucesso mostrou como o mundo foi capaz de se unir contra possíveis ameaças.

“Defesa Planetária é um esforço globalmente unificador que afeta todos os que vivem na Terra”, disse Zurbruchen em um comunicado. “Agora sabemos que podemos apontar uma espaçonave com a precisão necessária para impactar até mesmo um pequeno corpo no espaço."

“Apenas uma pequena mudança em sua velocidade é tudo o que precisamos para fazer uma diferença significativa no caminho que um asteroide viaja.”