Mercado abrirá em 3 h 33 min
  • BOVESPA

    102.814,03
    +589,77 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.796,30
    +303,78 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,41
    -1,54 (-2,20%)
     
  • OURO

    1.795,20
    +10,00 (+0,56%)
     
  • BTC-USD

    56.435,95
    -937,43 (-1,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.425,43
    -3,50 (-0,25%)
     
  • S&P500

    4.655,27
    +60,65 (+1,32%)
     
  • DOW JONES

    35.135,94
    +236,60 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.038,98
    -70,97 (-1,00%)
     
  • HANG SENG

    23.475,26
    -376,98 (-1,58%)
     
  • NIKKEI

    27.821,76
    -462,16 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    16.303,00
    -87,75 (-0,54%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3506
    +0,0214 (+0,34%)
     

Google alerta empresas que usam seus serviços sobre possíveis ações antitruste

·2 min de leitura

O Google, para se proteger das leis antitruste, está adotando uma nova estratégia: alertando pequenas empresas que, caso o governo estadunidense faça a empresa ter que modificar suas táticas de negócios, os micro e pequenos empresários também sentirão o impacto.

Leis antitrustes são conjuntos de legislação que servem para deixar o mercado equilibrado para todas as empresas, regulando assim o poder de uma só companhia dominar totalmente o mercado a partir de investimentos ou afins que impeçam outras de "competir" naquele setor.

O Google está mandando para usuários com empresas registradas no Google Maps e-mails informando sobre os possíveis impactos das medidas antitruste, e disponibilizando um botão na interface de usuário do Google Business que, quando clicado, redireciona o navegante para uma página com mais informações. O site contém um link para usuários se registrarem na nova lista de mensagens de ações politicas do Google, para se manter atualizado sobre leis que podem afetar os negócios.

Após a parte inicial do conteúdo da página, clicando em mais informações exibe para o usuário partes específicas sobre as legislações, e informa sobre os possíveis danos que elas podem causar para as pequenas empresas, como dificuldade em clientes encontrarem informações do negócio, diminuir a efetividade do Google Ads e diminuição de produtividade, por conta da separação do Gmail, Google Documentos e Google Calendário.

Mudanças na pesquisa

<em>Possíveis mudanças na pesquisa após implementação de leis antitruste. (Imagem: Divulgação/Google)</em>
Possíveis mudanças na pesquisa após implementação de leis antitruste. (Imagem: Divulgação/Google)

Por fim, a partir da imagem acima, o Google afirma que se não puder promover seus próprios produtos em sua plataforma de busca, tanto a companhia como as pequenas empresas serão prejudicadas. A empresa cita como exemplo a diferença entre resultados com dados do Google Maps, no lado esquerdo da imagem, e sem a presença deles, na direita, mostrando um retorno a interface de resultados do começo da ferramenta, 1998.

Esse último argumento, em especial, parece um pouco estranho. Considerando a missão do Google como companhia, “organizar a informação do mundo para que seja acessível e útil para todos”, usar dados de serviços de mapeamento digitais de outros serviços na ferramenta de pesquisa do Google não parece algo impossível.

O Google, com sistemas operacionais mobile, serviços de mapas, programas de escritório, armazenamento na nuvem e a própria ferramenta de buscas, todos conectados, pode ser realmente encarado como um negócio com competição injusta, o encaixando nas leis antitruste. Como uma parte significante da renda da gigante vem de anúncios em seu mecanismo de pesquisa, caso ela se veja obrigada a realizar as mudanças de integração entre seus serviços, é bem possível que sua renda sofra reduções. Por isso, alertar as pequenas empresas, para que elas também reclamem das legislações, é uma tática que, ao longo prazo, pode trazer resultados positivos.

O site usado nessa campanha pelo Google está disponível para todos na internet, sendo acessado por aqui.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos