Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.717,94
    -517,82 (-0,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.460,55
    +652,34 (+1,36%)
     
  • PETROLEO CRU

    93,85
    -0,49 (-0,52%)
     
  • OURO

    1.802,80
    -4,40 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    23.995,03
    -30,21 (-0,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    568,93
    -5,82 (-1,01%)
     
  • S&P500

    4.207,27
    -2,97 (-0,07%)
     
  • DOW JONES

    33.336,67
    +27,16 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.465,91
    -41,20 (-0,55%)
     
  • HANG SENG

    20.082,43
    +471,59 (+2,40%)
     
  • NIKKEI

    28.387,94
    +568,61 (+2,04%)
     
  • NASDAQ

    13.317,00
    +5,75 (+0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3236
    -0,0001 (-0,00%)
     

Google Agenda pode unificar lembretes e tarefas de outros apps no Android

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Google trabalha em uma solução para simplificar o uso de lembretes nos celulares e computadores. A medida é necessária porque a companhia oferece muitas opções ao mesmo tempo, o que pode confundir e dispersar demais as informações.

Hoje, é possível usar o Google Keep para manter datas e horários específicos para notas produzidas. Já o aplicativo Tarefas permite criar listas do que precisa ser feito para o usuário dar "check" quando concluir cada atividade, mas pouca gente conhece porque fica escondido no Gmail. O Assistente de Lembretes é útil para quem prefere criar afazeres apenas com comando de voz — mas não é muito fácil acessá-los depois.

O Google Agenda já permite adicionar tarefas, mas deve herdar recursos do Keep, Tarefas e Assistente de Lembretes (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
O Google Agenda já permite adicionar tarefas, mas deve herdar recursos do Keep, Tarefas e Assistente de Lembretes (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

O foco do Google parece ser centralizar tudo isso de uma maneira intuitiva, acessível a todos e com mais apelo junto ao público. Conforme os primeiros indícios encontrados pelo site 9to5Google, o código do aplicativo Agenda para Android poderia trazer mudança para incorporar as funcionalidades ali dentro.

A começar pelo nome de cada atividade: os lembretes se tornariam tarefas. Com isso, você dá um peso maior para a funcionalidade e tira o caráter meramente casual — tanto que o ícone representativo era designado por um dedo com uma corda amarrada ao redor. É provável que a Agenda passe a exibir listagens anteriores e as recém-criadas, como um gerenciador de compromissos, reuniões ou coisas a fazer ("To Do", em inglês).

Três ferramentas em uma só

Apesar de ser algo positivo, é provável que hajam também alguns perdas nesse processo de centralização. Uma delas seria o acesso à localização e lembretes já atribuídos ao sistema de voz. Segundo o 9to5Google, o Google Agenda indicará ao usuário buscar as entradas existentes no Keep, mas não menciona nada sobre o Assistente de Lembretes, algo que preocupará quem usa este último.

Não está claro se o Google deve acabar com as outras soluções para manter apenas a Agenda, mas essa é uma possibilidade real. A prática é comum em grandes corporações, no intuito de facilitar a gestão de tantos apps e fortalecer um em específico. O próprio Google já anunciou que deve fundir o Duo no Meet para tornar a ferramenta de videochamadas o carro-chefe da empresa.

O Google Agenda 2022.24.0.x já contém o aviso de transformação de lembretes em tarefas, mas ainda não foi liberado para download. O jeito é aguardar o lançamento para saber quais os planos para lidar com os gerenciador de atividades daqui para frente.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos