Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.316,16
    -1.861,39 (-1,63%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.774,91
    -389,10 (-0,71%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,38
    -1,63 (-2,01%)
     
  • OURO

    1.943,90
    -2,80 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    22.987,51
    +82,32 (+0,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    526,66
    +9,65 (+1,87%)
     
  • S&P500

    4.070,56
    +10,13 (+0,25%)
     
  • DOW JONES

    33.978,08
    +28,67 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.765,15
    +4,04 (+0,05%)
     
  • HANG SENG

    22.688,90
    +122,12 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    27.382,56
    +19,81 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.221,00
    +114,25 (+0,94%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5462
    +0,0265 (+0,48%)
     

Google Ads: site fica fora do ar nesta segunda-feira

Google Ads ficou fora do ar na manhã desta segunda-feira (23) (Igor Golovniov/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Google Ads ficou fora do ar na manhã desta segunda-feira (23) (Igor Golovniov/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
  • Erro 500 era exibido ao tentar entrar na página

  • Instabilidade começou por volta das 10h45 da manhã

  • Google Ads é amplamente utilizado por trabalhadores de marketing digital.

O Google Ads, serviço de anúncio da gigante de tecnologia americana, ficou fora do ar nesta manhã de segunda-feira (23). Nas redes sociais, usuários de diversos idiomas e localizações apresentaram queixas ao tentar entrar no site, indicando que a falha pode ter sido global.

É através do site que um empreendedor, por exemplo, pode pagar por anúncios nas buscas do Google e é bastante utilizado por quem trabalha com marketing digital. A queda do serviço pode ter impactado também na entrega dessas propagandas para os internautas.

Ao tentar entrar no site, os clientes se deparavam com uma mensagem de "Erro 500" e um pedido que tentassem acessar a página mais tarde. A página de status do Google Ads também apresentava um ponto de exclamação amarelo ao lado, indicando a existência de um problema no serviço.

De acordo com o DownDetector, plataforma que agrega buscas pela queda de serviços online e websites, as instabilidades começaram por volta das 10h45 da manhã (horário de Brasília). Uma hora mais tarde houve um pico de 165 reclamações sobre o serviço de anúncios.

Uma conclusão similar pode ser tirada a partir dos dados do Google Trends, serviço do Google que mostra a popularidade por um termo nas pesquisas feitas no buscador. Além de pesquisas por "Google Ads", também aumentaram as buscas por "Erro 500" e pela frase "There was an error. Please try again later. That’s all we know" (Houve um erro. Por favor, tente novamente mais tarde. Isto é tudo que sabemos" em tradução livre). A sentença acompanha a mensagem de erro 500.

O erro 500 indica um problema por parte da empresa por trás do site. Ou seja, diferentemente do erro 404, que indica que o usuário digitou um endereço inválido, o erro 500 aponta que há erros no servidor, ou na comunicação deste com o sistema de arquivos.