Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    35.893,66
    -2.103,09 (-5,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

Google adere a padrão de smart homes que aceita comandos da Alexa e Siri

·2 minuto de leitura

Visto como tendência desde o início dos anos 2010, as casas inteligentes finalmente estão se tornando uma realidade mais comum, graças aos avanços tecnológicas e a simplificação de padrões. Para acelerar esse processo, o Google anunciou durante o evento para desenvolvedores Google I/O 2021 que vai trazer dispositivos Android e Nest para a certificação Matter, voltada a unir toda a indústria sob um único sistema de comunicação para seus aparelhos.

Criado pela Connectivity Standarts Alliance, o Matter tem o objetivo de permitir que dispositivos para casas inteligentes se comuniquem entre si, mesmo que sejam feitos por fabricantes diferentes. Ao implementar o padrão no Android, o Google promete facilitar o uso de aplicativos e o uso de aparelhos compatíveis, seja via smartphones ou por assistentes de voz que aceitam o Google Assistente. Ou seja, será possível controlar um termostato da Nest até mesmo por auxiliares digitais concorrentes como a Siri, da Apple, ou a Alexa, da Amazon

Imagem: Divulgação/Google
Imagem: Divulgação/Google

A promessa da empresa é que, após o período de transição, mais de 1 bilhão de dispositivos Android vão poder controlar dispositivos que usam o Matter. A linha de produtos Nest também vai se beneficiar com a novidade, que vai trabalhar junto à tecnologia Thread para garantir uma comunicação rápida e fácil de configurar entre produtos como o Nest Hub, o Nest Mini e o Nest Wi-Fi — todos eles vão ser atualizados de forma automática.

Grande investimento no segmento

A empresa também aproveitou o Google I/O para estrear um novo diretório online com informações sobre produtos de casa inteligente de fabricantes como LG, Samsung, Philips e Nanoleaf, entre outras. O Gigante de Mountain View também revelou que, junto a companhias como a Arlo, Logitech e Wyze, está aprimorando seu suporte ao WebRTC, protocolo de comunicação aberto que reduz a latência em produtos que trabalham com o streaming de vídeo.

Para completar, o Google revelou que vai aprimorar suas rotinas de uso, permitindo o controle automático de câmeras e termostatos da marca Nest, lâmpadas, tomadas e interruptores inteligentes. A ideia é permitir que sua casa se adapte automaticamente aos momentos em que você está fora trabalhando ou quando acabou de voltar de um compromisso, por exemplo.

Inicialmente chamado de Connected Home Over IP (CHIP), o Matter pode surgir como uma solução poderosa para aumentar a acessibilidade do segmento de casas inteligentes. Embora o apoio do Google seja de grande valia para esse objetivo, será preciso que outras marcas de renome usem o protocolo para que ele passe de uma iniciativa interessante a um novo padrão da indústria.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos