Mercado abrirá em 2 h 27 min
  • BOVESPA

    109.068,55
    -1.120,02 (-1,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.725,96
    -294,69 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,63
    +0,62 (+0,86%)
     
  • OURO

    1.795,80
    -2,20 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    16.822,68
    -8,70 (-0,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    394,99
    -7,04 (-1,75%)
     
  • S&P500

    3.933,92
    -7,34 (-0,19%)
     
  • DOW JONES

    33.597,92
    +1,58 (+0,00%)
     
  • FTSE

    7.487,92
    -1,27 (-0,02%)
     
  • HANG SENG

    19.450,23
    +635,41 (+3,38%)
     
  • NIKKEI

    27.574,43
    -111,97 (-0,40%)
     
  • NASDAQ

    11.533,25
    +23,75 (+0,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4745
    +0,0081 (+0,15%)
     

Google abrirá seu primeiro data center no Japão em 2023

Google abrirá seu primeiro data center no Japão em 2023
Google abrirá seu primeiro data center no Japão em 2023
  • O Google anunciou que esse centro nervoso estará localizado na cidade de Inzai;

  • Segundo o Google, essa estrutura vai ajudar as pessoas com acesso mais rápido e confiável às ferramentas;

  • A empresa disse que sua divisão de nuvem registrou crescimento ano a ano de 35%.

O Google disse que abrirá seu primeiro data center no Japão até 2023. Em anúncio feito nesta sexta-feira (7), a empresa observou que esse centro nervoso estará localizado na cidade de Inzai, Chiba, e faz parte de seu fundo de infraestrutura de US$ 730 milhões que continuará até 2024. Este é o terceiro data center da empresa na Ásia depois de Taiwan e Cingapura.

Segundo o Google, essa estrutura vai ajudar as pessoas com “acesso mais rápido e confiável às nossas ferramentas e serviços, apoiará a atividade econômica e os empregos e conectará o Japão ao resto da economia digital global”.

Em uma postagem no blog, o CEO do Google, Sundar Pichai, disse que a empresa investirá US$ 730 milhões em infraestrutura local até 2024 . Pichai acrescentou que se encontrou com o primeiro-ministro Fumio Kishida para compartilhar o plano “Japan Digitalization Initiative” do Google, que inclui investimentos em infraestrutura, programas de treinamento digital para empresas e indivíduos e doações do Google.org para diferentes fundações.

No início deste ano, o Google também anunciou o projeto de cabo submarino Topaz que conecta o Canadá e o Japão. Um estudo da Analysis Maison sobre os investimentos em infraestrutura da empresa no país publicado no mês passado observou que isso poderia levar a um PIB adicional de US$ 303 bilhões entre 2022 e 2026.

Em seus ganhos do segundo trimestre de 2022, o Google disse que sua divisão de nuvem registrou uma receita de US$ 6,3 bilhões , com um crescimento ano a ano de 35%. No entanto, as perdas também chegaram a US$ 858 bilhões, com um salto de 45%.