Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    60.848,12
    -1.159,28 (-1,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Google é mais uma vez acusado de monopólio do Android, agora na Índia

·1 minuto de leitura

Após uma investigação que começou em 2019, a Comissão de Concorrência da Índia (CCI) acusa o Google de abusar de sua posição dominante no mercado de sistemas operacionais móveis no país. Segundo o relatório do processo, a empresa inibe a competitividade e a inovação ao impor contratos unilaterais a fabricantes de aparelhos e desenvolvedores de aplicativos.

As criadoras de celulares têm de assinar um acordo que determina que os apps e serviços para Android sejam pré-instalados em seus dispositivos. Nessas negociações, o Google oferece uma divisão de receitas lucrativa, o que faz os parceiros preferirem manter um ecossistema de serviços e aplicativos da marca.

Imagem: Reprodução/Pexels/PhotoMIX Company
Imagem: Reprodução/Pexels/PhotoMIX Company

Essa ação afeta os competidores do segmento de buscas, já que o app do Google Search é colocado na tela inicial de todos os equipamentos que usam o sistema operacional Android. Isso impede que os concorrentes superem a vantagem competitiva da empresa.

Os contratos unilaterais impostos pelo Google garantem que o consumidor use os produtos e serviços da companhia — e ela mantenha seu domínio. Se for condenada, a empresa pode ter de abandonar as práticas que a CCI considera anticompetitivas.

Outros processos

O Google enfrenta investigações antitruste em várias partes do mundo — como EUA, Europa, Japão e Coreia do Sul. Na semana passada, autoridades da Coreia do Sul multaram a empresa em US$ 177 milhões por bloquear versões personalizadas do Android.

Em comunicado à Android Central, a companhia informa que o Android permitiu que milhões de cidadãos indianos se conectassem à internet ao tornar os aparelhos de celular mais baratos. “Queremos demonstrar à CCI que o Android levou a mais competitividade e inovação, não menos."

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos