Mercado abrirá em 3 h 5 min
  • BOVESPA

    111.183,95
    -355,84 (-0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.377,47
    +695,28 (+1,52%)
     
  • PETROLEO CRU

    60,65
    -0,63 (-1,03%)
     
  • OURO

    1.708,00
    -7,80 (-0,45%)
     
  • BTC-USD

    48.879,70
    -1.833,68 (-3,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    980,59
    -6,62 (-0,67%)
     
  • S&P500

    3.819,72
    -50,57 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    31.270,09
    -121,43 (-0,39%)
     
  • FTSE

    6.606,25
    -69,22 (-1,04%)
     
  • HANG SENG

    29.236,79
    -643,63 (-2,15%)
     
  • NIKKEI

    28.930,11
    -628,99 (-2,13%)
     
  • NASDAQ

    12.582,75
    -99,00 (-0,78%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7699
    -0,0088 (-0,13%)
     

Golpistas do WhatsApp usam falsa pesquisa da Covid-19 para roubar

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Pesquisa da COVID-19 por telefone é falsa. (Foto: Getty Images)
Pesquisa da COVID-19 por telefone é falsa. (Foto: Getty Images)

Criminosos estão usando o pretexto de uma falsa pesquisa sobre a Covid-19 para invadir os WhatsApp de usuários incautos, roubar dados, e pedir dinheiro para conhecidos na lista de contatos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

As informações são do portal UOL.

Leia também:

O golpe funciona de maneira semelhante a outras modalidades, que têm em comum a tentativa de obter um número de confirmação enviado pelo WhatsApp ao telefone da vítima via SMS para fazer a recuperação do perfil.

Nesse caso, os criminosos entram em contato, se passando por agentes do Ministério da Saúde envolvidos como uma suposta pesquisa envolvendo o impacto da Covid-19 sobre a população.

Esse é o momento em que eles pedem o número enviado via SMS para a vítima – na verdade a “porta de entrada” para o WhatsApp.

O problema é tão grande durante esses meses de pandemia, que o Ministério da Saúde precisou se manifestar, dizendo que não conduz nenhum tipo de pesquisa telefônica sobre a COVID-19.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube