Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,07
    -0,23 (-0,31%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    44.444,62
    +732,77 (+1,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.111,71
    +2,79 (+0,25%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.540,10
    +29,12 (+0,12%)
     
  • NIKKEI

    30.200,89
    +561,49 (+1,89%)
     
  • NASDAQ

    15.296,00
    -7,50 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2249
    -0,0001 (-0,00%)
     

Golpista simula sequestro e foge com R$ 6 milhões em Bitcoin

·2 minuto de leitura
Moeda Bitcoin com bandeira da Venezuela desenhada
Moeda Bitcoin com bandeira da Venezuela desenhada

Um venezuelano de apenas 23 anos é procurado pelas autoridades locais após fugir com o Bitcoin de vários investidores que confiaram nele. A informação foi compartilhada por um oficial da Venezuela, que está acompanhando o caso.

Investir em Bitcoin não é uma tarefa tão fácil como muitos pensam. Isso porque, a moeda é uma tecnologia nova que surgiu há poucos anos e demanda estudos para conhecimento de base sobre o assunto.

Leia também:

Mesmo assim, muitas pessoas buscam investir de forma fácil, muitas vezes confiando em pessoas e empresas para realizar operações e até custódia. Essa oportunidade então acaba atraindo golpistas ao mercado, que aproveitam a falta de conhecimento de iniciantes para perpetuar fraudes financeiras.

Venezuelano de apenas 23 anos simula sequestro e foge com US$ 1 milhão em Bitcoin de investidores

As autoridades da Venezuela não divulgaram muitos detalhes sobre um grande golpe ocorrido no país, mas que já chama atenção pela alta soma levada pela fraude.

Atravessando um momento ruim na economia, venezuelanos começaram a aprender sobre o Bitcoin, uma moeda digital que ajuda a população local a escapar da inflação da moeda do banco central totalmente descontrolada.

No entanto, Andrés Jesús Dos Santos Hernández (23) aproveitou o momento para criar uma grande fraude no país vizinho ao Brasil, segundo aponta Douglas Rico, Diretor do Corpo Científico de Investigações Criminais e Criminais na Venezuela.

“Procurado por Lavagem de Dinheiro e Fraude. Andrés Jesús Dos Santos Hernández (23), que afetou o patrimônio econômico das vítimas por ser um operador financeiro da moeda virtual Bitcoin”.

Segundo o investigador, foram levados no golpe US$ 1.150 milhão, cerca de R$ 6 milhões.

Para sumir com o dinheiro dos investidores, Andrés Jesús teria simulado um sequestro. Nesse evento, os captores teriam supostamente forçado o operador de Bitcoin a acessar sua conta na corretora Binance e fazer várias transferências para diversas carteiras digitais diferentes.

Todas as moedas dos investidores que confiaram no jovem venezuelano então sumiram de sua conta, assim como Andrés não foi mais encontrado. Nos comentários da publicação do oficial da polícia pelo Instagram, várias pessoas afirmaram que é possível que o golpista já tenha até saído do país, mas ainda não foram encontradas informações oficiais sobre seu paradeiro.

Com a situação econômica da Venezuela cada vez mais difícil, a criminalidade no país acabou aumentando. Grande parte do problema local é devido à inflação da moeda, que acaba causando uma situação de insegurança financeira para as pessoas.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos