Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.451,20
    +74,85 (+0,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.442,21
    +436,10 (+0,97%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,21
    +0,06 (+0,07%)
     
  • OURO

    1.665,40
    -4,60 (-0,28%)
     
  • BTC-USD

    19.489,19
    +439,46 (+2,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    445,34
    +16,56 (+3,86%)
     
  • S&P500

    3.719,04
    +71,75 (+1,97%)
     
  • DOW JONES

    29.683,74
    +548,75 (+1,88%)
     
  • FTSE

    7.005,39
    +20,80 (+0,30%)
     
  • HANG SENG

    17.250,88
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    26.374,81
    +200,83 (+0,77%)
     
  • NASDAQ

    11.532,75
    -23,00 (-0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2269
    -0,0057 (-0,11%)
     

Golpe do Presente também acontece em versão digital; saiba como se proteger

Além de estar se espalhando pelo Brasil, o chamado golpe do presente também deixou de ser exclusivamente físico e chegou ao mundo digital. Para isso, são usados os vales-presentes, que são disponibilizados por sites de e-commerce e lojas de aplicativos, como a Play Stores, do Android, e a App Store e o iTunes, da Apple.

Nesses golpes, os fraudadores convencem as vítimas a comprarem vales-presentes para, supostamente, resgatar algum prêmio posteriormente. Em seguida, solicitam que o código de utilização do gift-card seja informado, depois disso, eles resgatam o cupom e desaparecem, deixando a pessoa com o prejuízo.

Para ganhar a confiança das vítimas, os criminosos usam da engenharia social e se passam por outras pessoas, como um agente do governo, um membro da família ou um pretendente romântico. Os criminosos dão preferência para os vales-presentes porque eles são anônimos, o resgate é imediato e a transação é virtualmente impossível de ser revertida.

Por que os vales-presentes no Golpe do Presente digital?

Em golpes com cartão de crédito, por exemplo, as cobranças fraudulentas podem ser canceladas posteriormente, mas, com os vales-presentes, não existe essa possibilidade. É como se fosse um pagamento em dinheiro no meio digital, uma vez que ocorreu, não pode ser desfeita e a rastreabilidade é muito mais difícil.

O phishing é uma ferramenta bastante utilizada pelos golpistas para reunir informações sobre as vítimas. Os criminosos costumam se concentrar em plataformas com muitas pessoas e buscam as mais inocentes, adequando a abordagem para cada tipo de público, podendo fingir que são desde funcionários da Apple, até gamers solitários que precisam de ajuda na Steam.

Os golpes podem começar de diferentes formas, como uma ligação, uma mensagem de WhatsApp, um e-mail ou até mesmo uma notificação falsa. Embora bem menos comuns, também podem acontecer dentro de lojas físicas. Os cupons mais cobiçados pelos golpistas são os de grandes redes de varejo e lojas digitais, como a Steam Store e a Google Play Store.

Como evitar os Golpes do Presente digital

Para evitar os golpes dos vales-presentes é importante não trocar os cupons por bens e serviços de desconhecidos, bem como forma de pagamento vinda de estranhos. Nunca pague taxas extras usando os tíquetes, principalmente por algo que você supostamente ganhou. Também evite pagar contas com esse método de pagamento, mesmo que pareçam legítimas.

É importante nunca responder SMS estranhos, e-mails ou chamadas sobre vales-presentes, além de só ativar os cupons para usar essa forma de pagamento quando estiver tudo pronto para utilizá-la.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: