Mercado abrirá em 7 h 10 min
  • BOVESPA

    111.289,18
    +1.085,18 (+0,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.037,05
    -67,35 (-0,13%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,58
    -0,77 (-0,88%)
     
  • OURO

    1.815,00
    -14,70 (-0,80%)
     
  • BTC-USD

    35.863,81
    -1.524,18 (-4,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    816,99
    -38,82 (-4,54%)
     
  • S&P500

    4.349,93
    -6,52 (-0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.168,09
    -129,61 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.469,78
    +98,32 (+1,33%)
     
  • HANG SENG

    23.664,80
    -625,10 (-2,57%)
     
  • NIKKEI

    26.223,39
    -787,94 (-2,92%)
     
  • NASDAQ

    13.937,25
    -221,25 (-1,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0960
    -0,0104 (-0,17%)
     

Golpe envolvendo prova de vida do INSS usa dados dos aposentados

·1 min de leitura
Idosa surpresa falando no telefone
Em caso de dúvidas, é possível contatar o instituto no número de telefone 135

(Getty Images)

  • INSS alerta sobre golpe envolvendo prova de vida

  • Criminosos fazem contato com os segurados por telefone

  • Após obterem informações pessoais, realizam transações criminosas com os nomes dos aposentados

O INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) alertou sobre um novo golpe envolvendo a obrigatoriedade da prova de vida. Segundo o órgão, criminosos ligam para os aposentados e pensionistas com o objetivo de conseguir dados pessoais.

Leia também:

Na ligação, os golpistas se passam por funcionários do INSS e dão algumas informações sobre o segurado. Em seguida, enviam uma mensagem pelo WhatsApp pedindo uma imagem de um documento com foto para recadastramento. Depois que a vítima faz o envio, os criminosos passam a realizar transações com o nome delas.

De acordo com o INSS, nenhum tipo de ligação é feito aos segurados. O órgão ainda pede que as pessoas jamais forneçam dados pessoais via telefone. Em caso de dúvidas, é possível contatar o instituto no número 135.

A prova de vida voltou a ser exigida em 2022 após três meses de suspensão. O processo é feito para evitar fraudes no pagamento do benefício.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos