Mercado fechará em 4 h 39 min
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,66 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,39 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,35
    +0,46 (+0,42%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    30.394,42
    +547,27 (+1,83%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,77 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

Golpe em live no YouTube faz vítima perder R$ 6 milhões em Bitcoin

·2 min de leitura

A busca por lucros irreais sempre leva indivíduos a caírem em golpes. Desta vez, um usuário enviou mais de 26 Bitcoins (R$ 6 milhões) a um criminoso em uma live falsa apresentada sábado (15) no YouTube: um vídeo com a imagem de Michael Saylor, CEO da MicroStrategy, anunciava a duplicação dos Bitcoins do cliente.

A promessa em si já é suspeita. Além de Saylor, nomes como Elon Musk, CEO da Tesla e SpaceX, e Vitalik Buterin, fundador do Ethereum, são usados como isca. Vídeos dos empresários são associados a um link para um site suspeito. Nas laterais, a promessa de que o dinheiro será multiplicado.

Elon Musk é um dos empresários usados como isca para golpes (Imagem: Reprodução/Wikimedia Commons/Steve Jurvetson)
Elon Musk é um dos empresários usados como isca para golpes (Imagem: Reprodução/Wikimedia Commons/Steve Jurvetson)

Como as lives têm milhares de visualizações e likes, indivíduos menos atentos acreditam que serão recompensados e enviam criptomoedas para os golpistas. Os usuários precisam se conscientizar de que ninguém vai multiplicar seu dinheiro apenas por ver uma live e que o investimento em microcoins não vai deixá-las ricas.

Após post do Whale Alert, o próprio Saylor comentou sobre o golpe. Ele alerta que há centenas de lives falsas como essa por semana.

Segundo ele, “489 golpes desse tipo foram lançados no YouTube na semana passada. Nós os denunciamos a cada 15 minutos e eles são removidos após algumas horas, mas os golpistas lançam mais…”.

O YouTube foi criticado pela Bitcoin Magazine depois que uma de suas lives foi derrubada por abordar assuntos como a política do Cazaquistão. Eles comentaram que conteúdos informativos têm sido banidos enquanto golpes são mantidos no topo dos resultados.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos