Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    57.833,17
    -201,27 (-0,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

Golpe do CDHU: Cibercriminosos usam o WhatsApp para mandar cobranças falsas

Eduardo Sorrentino
·1 minuto de leitura
Golpe do CDHU: Cibercriminosos usam o WhatsApp para mandar cobranças falsas
Golpe do CDHU: Cibercriminosos usam o WhatsApp para mandar cobranças falsas

Se você está financiando a casa própria pela Companhia de desenvolvimento habitacional e urbano, redobre os cuidados: Cibercriminosos estão usando o WhatsApp para aplicar um golpe de pagamentos falsos para o CDHU.

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano divulgou uma alerta sobre um novo golpe no WhatsApp. Criminosos estão se passando por funcionários do órgão e enviando falsos boletos de cobrança para saldar dívidas na pandemia.

Os estelionatários oferecem grandes descontos no WhatsApp e alegam que a crise provocada pela Covid-19 está dando melhores condições de pagamento para quem faz parte do programa.

Para justificar o atendimento por uma conta pessoal no mensageiro, os criminosos afirmam que os postos presenciais da CDHU estão fechados e a Central de Atendimento está inoperante por conta da pandemia.

O órgão informa que a Central de Atendimento nunca deixou de funcionar, e os escritórios regionais possuem regras específicas de atendimento presencial.

E ainda esclareceu que não envia boletos por WhatsApp; não solicita qualquer tipo de depósito ou transferência bancária ou PIX para pagamento de boletos ou quitação de débitos.

A CDHU orienta as famílias que receberam mensagens falsas a fazer Boletim de Ocorrência, independentemente de terem efetuado ou não pagamentos.

Saiba mais detalhes do que fazer se for vítima desse golpe no nosso site, olhardigital.com.br

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!