Mercado abrirá em 40 mins
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,63 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,59 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,08
    -1,89 (-2,63%)
     
  • OURO

    1.758,40
    +7,00 (+0,40%)
     
  • BTC-USD

    43.613,20
    -3.777,05 (-7,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.084,30
    -141,23 (-11,52%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,42 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.844,13
    -119,51 (-1,72%)
     
  • HANG SENG

    24.099,14
    -821,62 (-3,30%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.093,25
    -232,75 (-1,52%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2481
    +0,0487 (+0,79%)
     

Goleiros do Santos não defendem pênalti há quase dois anos

·1 minuto de leitura


O Santos perdeu para o Atlético-GO por 1 a 0, na Vila Belmiro, pela 13ª rodada do Brasileiro no último domingo. O único gol da partida foi marcado de pênalti, pelo atacante Zé Roberto, e o gol manteve um tabu: um goleiro do Santos não defende uma cobrança de pênalti há quase dois anos.

A última defesa de pênalti por um goleiro do Santos foi de Everson, ainda em 5 de outubro de 2019, em chute de Rossi, na época no Vasco da Gama, pelo Brasileirão.

Na temporada, o Peixe teve dois pênaltis contra marcados, justamente pelo Brasileirão, e sofreu os dois: diante o Ceará, com o goleiro John e contra o Atlético-GO com João Paulo.

Foram cinco pênaltis a favor do Alvinegro: Marinho converteu dois diante o San Lorenzo, pela Libertadores, e contra o Palmeiras, no Brasileiro, mas perdeu diante o Ceará, pelo Brasileiro. Sánchez e Kaio Jorge também converteram contra o Palmeiras, um pelo Paulista e outro pelo Brasileiro.

Quando o assunto é disputa de pênaltis, também faz tempo que o torcedor santista não tem motivos para comemorar. A última vitória foi contra o Botafogo-SP, nas quartas de final do Campeonato Paulista de 2018. Desde então, são três eliminações: para os rivais Palmeiras e Corinthians, nos Paulistas de 2018 e 2019, respectivamente; e para o Cruzeiro, na Copa do Brasil de 2018.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos