Mercado fechará em 4 h 47 min
  • BOVESPA

    113.727,10
    -450,45 (-0,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    55.164,01
    +292,65 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,18
    +1,17 (+1,44%)
     
  • OURO

    1.930,90
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    22.932,89
    -239,33 (-1,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    519,44
    -7,74 (-1,47%)
     
  • S&P500

    4.060,43
    +44,21 (+1,10%)
     
  • DOW JONES

    33.949,41
    +205,57 (+0,61%)
     
  • FTSE

    7.753,88
    -7,23 (-0,09%)
     
  • HANG SENG

    22.688,90
    +122,12 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    27.382,56
    +19,81 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.043,25
    -63,50 (-0,52%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5148
    -0,0049 (-0,09%)
     

Goleiros da Suíça usam óculos especiais para enxergar em "câmera lenta"

Os goleiros da Suíça estão usando óculos durante os treinamentos para enxergar em câmera lenta. Segundo a fabricante japonesa Visionup, o gadget cria esse efeito artificialmente, ajudando a visualizar melhor a trajetória da bola e, consequentemente, aumentando o reflexo dos atletas.

Os dispositivos se parecem com óculos de Sol esportivos, mas eles foram projetados para aprimorar a capacidade visual do usuário, oferecendo mais clareza, acuidade cinética e dinâmica, visão periférica e percepção de profundidade, conforme descrito no site da empresa.

A fabricante, inclusive, diz que os óculos inteligentes agem diretamente no cérebro, provocando estímulos visuais capazes de aguçar o tempo de resposta e aumentar a coordenação entre o que olhos estão vendo e as ações praticadas pelas mãos em tempo real.

Efeito câmera lenta

Os óculos possuem uma bateria comum e um painel de LCD, com lentes que piscam e ficam escuras e transparentes em momentos alternados, causando a impressão de que os elementos visualizados pelo usuário estão se movimentando mais lentamente do que o normal.

Quando está ativada, a tela de LCD tapa e libera a visão de forma intermitente e quase imperceptível ao olho humano, como se fossem janelas minúsculas abrindo e fechando rapidamente. Quanto menos escuras ficam as lentes, maior é o efeito de desaceleração do movimento.

Essa capacidade de piscar em alta velocidade faz com que a lente se torne opaca por alguns milésimos de segundo. De acordo com a Visionup, essa característica força o cérebro a “prestar mais atenção” nesses intervalos, focando com mais precisão nos elementos mais importantes da imagem, como uma bola em movimento.

Além do esporte

O site da Visionup diz ainda que, além dos objetivos esportivos de alta performance, os óculos desenvolvidos pela empresa também podem ser usados por pessoas com problemas de visão causados pelo avanço da idade e por crianças com ambliopia — doença conhecida como olho preguiçoso — em que os olhos não se desenvolvem igualmente.

Apesar dos benefícios aparentes, a fabricante alerta que os óculos só devem ser usados em períodos curtos, entre 10 e 15 minutos e em dias alternados. Após esse tempo, os aparelhos podem causar enjoos, desconforto visual e dor de cabeça leve. Nesses casos, a orientação é interromper o uso.

No site da Visionup os óculos custam 50 mil ienes (aproximadamente R$ 1.900 na conversão direta e sem contar os impostos de importação). No entanto, talvez por causa da notoriedade conquistada ao ter jogadores da Copa do Mundo do Catar como garotos-propaganda, o produto não está mais disponível em estoque.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: