Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +412,93 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    62,89
    -0,24 (-0,38%)
     
  • OURO

    1.776,50
    -3,70 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    56.733,93
    -3.669,96 (-6,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.285,40
    -106,31 (-7,64%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,67 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    29.147,03
    +177,32 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.702,53
    +19,16 (+0,06%)
     
  • NASDAQ

    14.017,25
    -12,25 (-0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6680
    -0,0181 (-0,27%)
     

Goleiro Muriel é liberado pelo Fluminense após morte do pai por afogamento no RS

O Globo
·2 minuto de leitura

RIO - O goleiro Muriel foi liberado pelo Fluminense para viajar ao Rio Grande do Sul após a morte de José Agostinho Becker, de 57 anos, que morreu após mergulhar em uma barragem em Lavras do Sul. O jogador não vinha atuando pelo tricolor, mas era relacionado para as partidas como reserva imediato de Marcos Felipe, titular da posição. Assim, o jogador está fora do último jogo do Fluminense na temporada, contra o Fortaleza, Às 21h30, no Maracanã, pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na noite de quarta-feira, dia 24, quando o corpo de José Becker foi encontrado, o clube carioca prestou condolências ao atleta e sua família, entre eles o irmão Alisson, goleiro do Liverpool e da seleção brasileira.

Como o Fluminense vai entrar em recesso nesta sexta-feira, dia 26, Muriel não vai precisar retornar de imediato às Laranjeiras. Aliás, a volta do elenco vai depender do jogo desta noite: se o clube ganhar a vaga direta na Copa Libertadores, os jogadores se reapresentam no dia 20 de abril; caso o tricolor se classifique para Pré-Libertadores, o time jogaria no dia 9.

A única confirmação é a causa da morte de José Becker: foi por afogamento. A confirmação veio após a necropsia realizada no corpo do gaúcho no Posto Médico-Legal (MML) de Bagé, na manhã desta quinta-feira. De acordo com o Instituto-Geral de Perícias (IGP), o corpo chegou por volta das 8h desta quinta-feira, dia 25, e foi liberado às 10h. O órgão não deu mais detalhes do laudo de José Becker, mas não havia sinais de violência.

Um inquérito para apurar as circunstâncias da morte será instaurado pela Polícia Civil do RS. O EXTRA tentou contato com o delegado de Lavras do Sul, André de Mattos Mendes, que está à frente das investigações, mas não conseguiu localizar o titular da DP. Também procuramos o delegado Regional de Bagé, Luis Eduardo Benitez, também sem sucesso.

José Becker morreu após mergulhar em uma barragem em Lavras do Sul, município que fica a 320 km de Porto Alegre. José Agostinho Becker, de 57 anos, tomava banho em uma propriedade da família quando aconteceu o incidente. O corpo chegou a ficar desaparecido desde o período da tarde e foi localizado na noite desta quarta-feira. A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros de Caçapava do Sul, que foi acionado pela Polícia Civil de Lavras do Sul diante da ocorrência.