Mercado abrirá em 2 h 15 min

Goldman Sachs: Novo parágrafo da ata tem claro tom hawkish

Patricia Lara

(Bloomberg) -- Parágrafo 15 da ata do Copom tem um ``claro tom conservador“, diz Alberto Ramos, economista-chefe do Goldman Sachs para América Latina, em relatório.

Copom vê espaço para flexibilização adicional (provavelmente entre 0,50pp e 0,75pp), mas não valida, na conjuntura atual, um afrouxamento mais agressivo como o ensejado por alguns membros do mercado, que consideram um nível da Selic terminal em ou abaixo de 4%, diz o economistaNOTA: Parágrafo da Ata destacou que “os membros do Copom também refletiram sobre a sensibilidade de variáveis macroeconômicas à política monetária, uma vez que faltam comparativos na história brasileira para o atual grau de estímulo”NOTA: BC: Juro baixo, Estado menor tendem elevar incerteza da políticaJuros futuros sobem após ata com movimento mais acentuado no miolo da curva; DI Jan/21 +5 pontos, enqauanto Jan/23 tem alta de 10 pontos

Para entrar em contato com o repórter: Patricia Lara em Sao Paulo, plara6@bloomberg.net

Para entrar em contato com os editores responsáveis: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net, Josue Leonel

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

©2019 Bloomberg L.P.