Mercado fechará em 1 h 51 min
  • BOVESPA

    109.426,99
    +1.413,52 (+1,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.820,95
    -2,28 (-0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,65
    +0,69 (+0,79%)
     
  • OURO

    1.842,50
    -0,70 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    43.236,93
    +1.078,66 (+2,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.028,70
    +33,44 (+3,36%)
     
  • S&P500

    4.587,23
    +54,47 (+1,20%)
     
  • DOW JONES

    35.401,72
    +373,07 (+1,07%)
     
  • FTSE

    7.585,01
    -4,65 (-0,06%)
     
  • HANG SENG

    24.952,35
    +824,50 (+3,42%)
     
  • NIKKEI

    27.772,93
    +305,70 (+1,11%)
     
  • NASDAQ

    15.284,25
    +250,75 (+1,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1329
    -0,0345 (-0,56%)
     

Goldman Sachs corta previsão de crescimento do PIB dos EUA para 2022 com temor por Ômicron

·1 min de leitura

(Reuters) - O Goldman Sachs reduziu sua perspectiva de crescimento econômico dos Estados Unidos para 2022 a 3,8% neste sábado, citando riscos e incertezas em torno do surgimento da variante Ômicron do coronavírus.

O economista do Goldman Joseph Briggs disse em uma nota que a Ômicron pode desacelerar a reabertura econômica, embora a empresa espere "apenas uma redução modesta" nos gastos com serviços.

A empresa agora espera um crescimento de 3,8% no Produto Interno Bruto (PIB) norte-americano em 2022, ante 4,2% anteriormente em uma base anual, disse Briggs.

"Embora muitas perguntas permaneçam sem resposta, agora acreditamos que é mais provável um cenário de desvantagem moderado em que o vírus se espalha mais rapidamente, mas a imunidade a doenças graves apenas enfraquece ligeiramente", disse ele.

A falta de mão de obra pode durar mais se as pessoas não se sentirem confortáveis ​​em voltar ao trabalho por conta da variante, acrescentou a nota.

O Goldman observou que a disseminação do vírus pode piorar a escassez de suprimentos se outros países implementarem restrições mais rígidas, embora o aumento das taxas de vacinação entre os parceiros comerciais estrangeiros evite sérias interrupções.

A previsão do Goldman Sachs para os Estados Unidos vem depois que a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, disse na sexta-feira que suas estimativas de crescimento econômico global provavelmente serão reduzidas devido à Ômicron.

(Por Jahnavi Nidumolu em Bangalore)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos