Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,91 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,95 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,51
    +1,69 (+2,65%)
     
  • OURO

    1.844,00
    +20,00 (+1,10%)
     
  • BTC-USD

    49.766,34
    +223,36 (+0,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.395,33
    +36,77 (+2,71%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,68 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.398,00
    +297,75 (+2,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4040
    -0,0085 (-0,13%)
     

Gol fecha março com R$1,9 bi em caixa, queda de 10% ante fevereiro

·1 minuto de leitura
.

SÃO PAULO (Reuters) - A Gol anunciou nesta terça-feira que fechou março com cerca de 1,9 bilhão de reais em caixa, uma queda de 10% em relação a fevereiro, mostrando como a volta de restrições à circulação impostas pelo recrudescimento da pandemia voltou a pressionar as companhias aéreas no Brasil.

Segundo a empresa, excluindo o serviço da dívida, o consumo de caixa foi neutro no mês passado.

A companhia informou que a taxa de ocupação em seus voos em março atingiu 71,8%, queda de 9 pontos percentuais ante fevereiro. O número diário médio de voos operados por ela no mês passado, 245, foi 31% menor na base sequencial.

E a previsão é de que em abril a queda deve ser ainda maior, com estimativa de operar de 185 a 200 rotas diárias em média, com 50 aeronaves em operação.

A Gol previu que terá um prejuízo por ação de 2,35 reais no primeiro trimestre e uma margem Ebitda de 20% a 22%, ante 46% no primeiro trimestre de 2020. A empresa também prevê ter um consumo diário de caixa da ordem de 3 milhões de reais em abril.

(Por Aluísio Alves)