Mercado fechará em 43 mins

Gol diz que B3 aceita tratamento excepcional para listagem

·1 min de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A Gol informou nesta terça-feira que a B3 aceitou pedido de tratamento excepcional para a listagem de seus papéis ordinários no Nível 2 de governança, mas estabeleceu condições envolvendo a liquidez das ações preferenciais.

Segundo fato relevante, para a listagem dos papéis ordinários no Nível 2, a B3 estebeleceu que as ações preferenciais terão como critério de cômputo de percentual mínimo de circulação o nível de 50%. A listagem dos ordinários no Nível 2 ocorrerá a partir de 27 de dezembro.

A companhia aérea afirmou que o tratamento excepcional será mantido até o momento em que as ações ordinárias "passem a ser efetivamente negociadas ou, de qualquer outra forma, venham a ser transferidas para investidores não integrantes do controle da companhia".

Segundo a empresa, a partir do momento em que ocorrer alguma das situações, "todas as ações que compõem o capital social da companhia passarão a integrar o cálculo do percentual mínimo de ações em circulação, devendo a empresa atender a regra de 25% de seu capital social em circulação", conforme previsto no regulamento do Nível 2.

Além disso, as condições obrigam a Gol a manter em sua estrutura o comitê de auditoria estatutário e divulgar até 31 de julho de cada ano, relatório com informações ambientais, sociais e de governança corporativa.

(Por Alberto Alerigi Jr.; edição de André Romani)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos