Mercado abrirá em 7 h 53 min

Gol afirma ter caixa suficiente para aguentar mais 12 meses

Allan Ravagnani
(Foto: Luiz Souza/NurPhoto via Getty Images)

A Gol informou que em maio melhorou sua posição de liquidez para R$ 3,5 bilhões, o suficiente para mais de 12 meses em reserva de caixa. O reforço no caixa é fruto de maiores reduções de custos operacionais e de negociações com as categorias para redução de salários e jornadas com a manutenção dos empregos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

A companhia disse que os custos de caixa operacionais brutos foram reduzidos para R$ 8 milhões por dia em maio e pretende manter nesse mesmo patamar em junho. No período, a Gol teve um consumo líquido de caixa de R$ 2 milhões por dia. Para o restante do ano, a companhia prevê um consumo de R$ 4 milhões por dia.

Leia também

Para isso, a empresa diz estar mantendo o conservadorismo nas previsões de caixa, o que considera prudente diante das incertezas do mercado de aviação internacional e do prolongamento da pandemia. A empresa diz esperar por uma recuperação lenta.

Segundo o comunicado publicado na CVM, a companhia negociou com o Sindicato dos Aeronautas a manutenção do emprego de 16 mil funcionários por 18 meses com a possibilidade de flexibilizar a jornada e o salário desses colaboradores.

No mês de maio, a Gol devolveu duas aeronaves que estavam arrendadas e encerrou o mês com 130 aviões Boeing 737s. Em 2020 a empresa já devolveu 11 aviões, espera devolver mais 7 no segundo semestre, podendo chegar a 30 em 2021. Além disso, cortou o recebimento dos aviões 737 Max programados para 2021 e 2022 em 47 entregas, reduzindo o capex total para R$ 300 milhões entre junho e dezembro.

A companhia está operando apenas 13 aviões no mês, 7% do realizado um ano antes, aumentado para 10% no final do mês. Ao final de junho a companhia espera estar operando 20% do que era sua frota há um ano, com 27 aeronaves.

A Gol pretende ajustar sua frota operacional para próximo de 100 aeronaves para manter um crescimento que chama de sustentável e eliminar um excesso de 18 a 20 aeronaves do portfólio.

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.