Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.815,16
    -796,49 (-0,71%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.788,75
    +322,73 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,96
    +0,35 (+0,40%)
     
  • OURO

    1.788,80
    -6,20 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    37.187,55
    +974,58 (+2,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    845,28
    +2,83 (+0,34%)
     
  • S&P500

    4.374,50
    +47,99 (+1,11%)
     
  • DOW JONES

    34.351,35
    +190,57 (+0,56%)
     
  • FTSE

    7.466,07
    -88,24 (-1,17%)
     
  • HANG SENG

    23.550,08
    -256,92 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    26.717,34
    +547,04 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    14.229,25
    +242,50 (+1,73%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0104
    -0,0136 (-0,23%)
     

Gol do acesso de time colombiano gera suspeita por 'falta de vontade' da zaga adversária; veja o lance

·1 min de leitura
Zaga não se esforçou para barrar ataque adversário já no fim do jogo (Foto: Reprodução/Twitter)


O Unión Magdalena venceu o Llaneros de virada por 2 a 1 após estar perdendo até os minutos finais do jogo válido pela segunda divisão da Colômbia. Com o resultado, o Unión conseguiu o acesso à elite do país. Mas a forma com que o gol da vitória foi feito vem gerando debate e até uma investigação da Associação dos Jogadores de Futebol da Colômbia.

Em um vídeo que rola nas redes sociais, é possível ver a zaga 'marcar sem vontade' o ataque adversário, deixando o atacante facilmente cara a cara com o goleiro, que ainda se esforça para evitar o gol. Porém, o arqueiro pede a disputa, a bola volta para o centro da área, mas os zagueiros parecem não se esforçar. Veja o vídeo.

O gol gerou comentários de nomes famosos do futebol como Juan Quadrado, lateral da Juventus e da seleção colombiana.

- Que falta de respeito esse gol da Unión - postou Quadrado, no Twitter.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos