Mercado abrirá em 3 h 31 min

Gmail adota o AMP e passa a ter suporte a conteúdo dinâmico

Rafael Arbulu

O Gmail finalizou a integração da tecnologia de exibição AMP (Páginas Mobile Acelerada, na tradução livre para o português) em suas aplicações, efetivamente permitindo que conteúdos dinâmicos possam ser mostrados em todos os canais: aplicativos de smartphone, desktop e versão web. A grosso modo, todo e qualquer e-mail que contenha elementos que, antes, exigiriam que um navegador externo fosse aberto, agora poderão ser vistos diretamente de um app.

A mudança já havia sido iniciada em julho, quando o Gmail passou a dar suporte ao AMP Framework para a sua versão web. Desde ontem, porém, essa integração passou a valer para todos os canais. Para ficar fácil de entender: imagine que agora, você poderá responder a comentários em um documento no Docs, preencher ou responder a convites de eventos, consultar links e expandir menus de newsletters de produtos ou gerenciar preferências de assinaturas sem necessariamente ter que deixar o e-mail ou a página dele. A ideia é evitar que você responda a um material desatualizado porque pescou o questionamento de um e-mail antigo.

(GIF: Divulgação/Google)

O AMP Framework também já existe em outros e-mails, mas com algumas diferenças. No Outlook, da Microsoft, ele está integrado apenas na versão Preview, ou seja, aquela disponibilizada para testes de membros do programa Microsoft Insider. Ah, e essa é uma opção desativada por padrão. No Gmail, porém, ela já está ativada assim que você abre a caixa de entrada.

Claro, nem só de suporte vive a visualização via AMP: quem enviou o e-mail a você também deve contar com algum tipo de integração com a tecnologia. Segundo revelado pelo próprio Google no começo do ano, a empresa vem trabalhando em diversas parcerias para isso, citando nomes como Booking.com, Doodle, OYO Rooms, Pinterest e diversos outros.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: