Mercado fechado

GM vende 80 mil carros a mais que a Toyota e lidera o mercado dos EUA em 2022

GM vende 80 mil carros a mais que a Toyota e lidera o mercado dos EUA em 2022 (Foto: REUTERS/Aly Song)
GM vende 80 mil carros a mais que a Toyota e lidera o mercado dos EUA em 2022 (Foto: REUTERS/Aly Song)
  • A montadora americana superou a rival japonesa pela segundo trimestre seguido;

  • De julho a setembro, a GM vendeu mais de 555 mil unidades;

  • A Toyota vendeu pouco mais de 526 mil carros no terceiro trimestre

Em meio a briga para voltar a ser a montadora mais vendida nos EUA, a General Motors Company (GM) vendeu quase 80.000 carros a mais do que sua rival japonesa Toyota em 2022.Na segunda-feira, muitas das maiores montadoras dos EUA anunciaram seus resultados de vendas do terceiro trimestre para a região.

A GM vendeu 555.580 carros nos EUA durante de julho a setembro, um aumento de 24% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo anúncio da montadora . A Toyota vendeu 526.017 durante o mesmo período, de acordo com seus próprios números , uma queda de 7,1% se comparado ao terceiro trimestre de 2021. Já é o segundo trimestre consecutivo que a GM vende mais do que seu rival.

Os números mais recentes elevam as vendas anuais da GM para mais de 1,65 milhão, quase 80.000 a mais do que as 1.572.000 da Toyota no ano até agora, e mantêm seu lugar no topo das vendas de automóveis dos EUA.

Rompendo uma tradição de 90 anos, a Toyota destronou a GM no ano passado, depois que uma série de faltas na cadeia de suprimentos, principalmente de semicondutores, prejudicou a produção da GM no ano. Foi a primeira vez desde 1931 que a GM não foi a maior vendedora de carros nos Estados Unidos, um evento que o presidente da Toyota, Akio Toyoda, disse que o deixou fazendo uma "dancinha feliz" em seu escritório .

A GM disse que o acesso aprimorado a semicondutores ajudou a aumentar a produção.

“As interrupções na cadeia de suprimentos não estão totalmente para trás, mas esperamos continuar superando os níveis de produção de 2021, especialmente no segundo semestre do ano”, disse Steve Carlisle, vice-presidente executivo e presidente da GM North America nesta semana.

A GM estava em minoria entre as grandes montadoras ao ver um aumento nas vendas trimestrais em um mercado que está se preparando para uma desaceleração à medida que os consumidores apertam os cintos em meio ao aumento das taxas de juros e do custo de vida.