Mercado abrirá em 5 h 38 min
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,82 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,44 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,59
    +0,83 (+0,99%)
     
  • OURO

    1.799,30
    +3,00 (+0,17%)
     
  • BTC-USD

    61.891,70
    +924,33 (+1,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,70 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,92 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.136,79
    +9,86 (+0,04%)
     
  • NIKKEI

    28.600,41
    -204,44 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    15.358,50
    +17,50 (+0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5859
    +0,0051 (+0,08%)
     

GM inaugura nova fábrica de baterias para baratear custos de carros elétricos

·2 minuto de leitura

A General Motors (GM) quer tornar os carros elétricos acessíveis para uma gama maior da população e, para isso, anunciou nesta terça-feira (05) a inauguração de mais um laboratório voltado para a produção do principal (e mais caro) componente desse tipo de veículo: a bateria. A nova instalação está localizada no campus do Global Technical Center da GM em Warren, Michigan.

“Hoje, a General Motors anunciou o Wallace Battery Cell Innovation Center, uma instalação totalmente nova, que irá expandir significativamente as operações de tecnologia de bateria da empresa, e acelerar o desenvolvimento e comercialização de baterias de veículos elétricos de maior alcance e mais acessíveis”, anunciou a montadora em comunicado oficial.

O nome da nova fábrica é uma homenagem a um ex-funcionário da empresa: Bill Wallace. Foi ele quem liderou a equipe que projetou e lançou os sistemas avançados de bateria automotiva da GM no Chevrolet Volt 1, Volt 2, Malibu Hybrid e Bolt EV. O engenheiro acabou morrendo de câncer em 2018.

Baterias de nova geração

De acordo com a GM, as novas instalações servirão principalmente para o desenvolvimento de células de baterias consideradas de nova geração. Isso inclui a fabricação de baterias de lítio-metal e de estado sólido, apontadas como solução para baratear os custos de produção e, consequentemente, para o consumidor final.

“A equipe de engenharia de bateria baseada no Wallace Center fará experiências com muitos tipos de química de baterias do futuro, além do metal de lítio, incluindo silício puro e de estado sólido, juntamente com diferentes fatores de forma de células”.

A previsão da General Motors é que a equipe responsável pela produção no Wallace Center construa baterias com densidade de energia de 600 a 1200 watts-hora por litro, junto com ingredientes essenciais para células de bateria, como materiais ativos de células. A ideia, no entanto, não é focar em volume, e sim em desenvolvimento de novos protótipos. Para isso, contará também com a participação da Honda, parceira no projeto.

De acordo com a marca, o Wallace Center será capaz de construir protótipos de células de bateria de metal de lítio de grande formato, para uso em veículos, além das células de metal de lítio de pequena escala. Essas, normalmente, têm como objetivo dispositivos portáteis.

“A GM está comprometida com as células de combustível como um complemento à propulsão elétrica. Estamos totalmente comprometidos com nossa parceira, Honda, para comercializar a melhor tecnologia de célula de combustível do mundo para uso por ambas as empresas em uma variedade de aplicações”.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos