Mercado abrirá em 52 mins
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.867,62
    +338,65 (+0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    60,98
    -0,37 (-0,60%)
     
  • OURO

    1.785,60
    -7,50 (-0,42%)
     
  • BTC-USD

    55.102,08
    +23,05 (+0,04%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.282,71
    +19,75 (+1,56%)
     
  • S&P500

    4.173,42
    +38,48 (+0,93%)
     
  • DOW JONES

    34.137,31
    +316,01 (+0,93%)
     
  • FTSE

    6.899,69
    +4,40 (+0,06%)
     
  • HANG SENG

    28.755,34
    +133,42 (+0,47%)
     
  • NIKKEI

    29.188,17
    +679,62 (+2,38%)
     
  • NASDAQ

    13.888,75
    -30,50 (-0,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6710
    -0,0310 (-0,46%)
     

Globo migrará todo seu conteúdo para a nuvem do Google

Rui Maciel
·3 minuto de leitura

A Globo anunciou nesta quarta-feira (07) uma parceria com o Google, em que ela transferirá todo o seu conteúdo para a nuvem do Google Cloud, divisão de cloud computing da gigante das buscas. Isso inclui também os produtos e serviços digitais, tais como Globoplay e família G - G1, GE.com e Gshow.

A parceria estratégica terá duração de sete anos. Nela, a Globo informou que utilizará a experiência do Google em gerenciamento de dados, inteligência artificial (IA) e machine learning (ML), assim como sua infraestrutura global escalável do Google Cloud. A Globo afirma que a união vai ao encontro de seu recente processo de transformação digital, sua reestruturação com foco em entregas direct-to-consumer e sua jornada para tornar-se uma empresa mediatech.

O acordo também tem impacto direto no media supply chain da empresa de comunicação, sendo que a migração para a nuvem do Google se dará por etapas relevantes dos processos de produção e distribuição do seu conteúdo. Para impulsionar a inovação contínua, uma das prioridades do contrato é a otimização das plataformas tecnológicas da Globo, que deve gerar em médio prazo novas oportunidades de negócios.

“Nos últimos anos, mergulhamos profundamente em nossos processos, para que a empresa estivesse de fato preparada para os muitos desafios do futuro. Esta parceria estratégica para a Globo, que sintetiza alguns dos principais pilares da nossa transformação, como foco no público, gerenciamento de dados, parceria para inovação e novos modelos de negócios", explica Jorge Nóbrega, presidente-executivo da Globo. "Neste sentido, acreditamos que o Google Cloud nos oferece a melhor solução para enfrentarmos esses desafios, trazendo inovação e também ganhos de escala e de eficiência para a nossa operação”.

O que a Globo migrará para a nuvem do Google? 

A parceria entre Globo e o Google e seus serviços na nuvem englobará

  • Migração de 100% dos seus centros de dados à nuvem do Google, habilitando escala na produção e distribuição de mídia, lançamento de novos canais, entre outras iniciativas;

  • Transferência de conteúdo para a nuvem do Google, além de produtos e serviços digitais, tais como Globoplay e família G - G1, GE.com e Gshow;

  • Otimização, modernização e unificação suas plataformas por meio de uma arquitetura tecnológica baseada na nuvem, escalável e flexível, que servirá como coluna vertebral para todos os serviços e produtos do conglomerado de mídia;

  • Avanço da estratégia baseada em dados, onde a Globo ampliará as possibilidades, como, por exemplo, otimizar as recomendações personalizadas em tempo real ao seu público. Para incorporar IA no desenvolvimento de soluções e no processo de inovação da Globo, o Google Cloud irá acelerar o treinamento das equipes da empresa com conhecimento avançado de machine learning

A Globo e o Google Cloud também estabeleceram uma dinâmica de trabalho conjunto para catalisar a criação e lançamento de soluções que se adaptam às demandas dos consumidores e às oportunidades do mercado. O primeiro projeto, já em andamento, desta estrutura de co-inovação será a integração customizada do Globoplay com Android TV. O objetivo é combinar a programação da TV aberta (sinal digital, broadcast) e a TV via internet (broadband), resultando em novas formas de interação com o público que esteja assistindo ao canal aberto da TV Globo, com sinal digital padrão.

As inovações que integram esses dois ambientes de TV vêm criando uma nova janela de oportunidades no Brasil, que impactam não somente a experiência do público – com uma navegação mais fluida e complementar entre o digital e linear –, como novas possibilidades de hipersegmentação da oferta de conteúdo.

"Nossa parceria estratégica com a Globo dará vida a novas inovações, estabelecendo a Globo como uma verdadeira empresa de tecnologia de mídia", afirma Robert Enslin, presidente do Google Cloud. "Estamos muito entusiasmados com a parceria com um líder do setor tão importante e reconhecido globalmente e para promover a evolução digital da indústria de mídia e entretenimento. Juntos, a Globo e o Google Cloud se concentrarão no desenvolvimento e fornecimento de experiências de primeira classe aos usuários".

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: