Mercado fechará em 2 h 44 min

Giselle Itié questiona objetificação: "Não sei o meu lugar de mãe sexy"

Amanda Serra
·1 minuto de leitura

Afinal, quando a sociedade irá parar de canonizar mães? Ou achar que mulheres que são mães não podem ser (e são) sexy? Na terceira parte do Yahoo Entrevista desta semana, Giselle Itié disserta justamente sobre isso.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Que mulher mãe nunca ouviu que ela não pode fazer isso ou usar tal roupa, pois tem um filho? Enquanto a vida segue normal para o homem que é pai.

“Às vezes parece que a gente chegou, foi numa banca 'por favor, pode me ver um espermatozoide'. Gente, não cara. Existe um genitor, que é o pai, que precisa ser responsável, e ele vai ser responsável e a mãe pode sim curtir seu Carnaval e o pai ficar cuidando [por exemplo]", afirma a atriz, que mesmo no auge do seu empoderamento se questionou sobre publicar uma foto sua — na qual está belíssima com um batom vermelho - e com o bebê no colo.

Justamente por conta da objetificação - infelizmente ainda constante em nossa sociedade patriarcal - o questionamento surgiu.

"Não postei, acho uma foto tão bonita, mas fiquei confusa. Ainda não sei o meu lugar de mãe sexy. E o que é uma mãe sexy? Estava sem a blusa, o bebê no colo, tinha acabado de sair de uma live, estava com um batom vermelho maravilhosa, falei: ‘Que gata, gosto’. Mas estou o bebê no colo, daí fico confusa".

Confira o papo completo no vídeo acima. E veja as primeiras partes da entrevista:

Ainda não sei o meu lugar de mãe sexy

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube