Mercado abrirá em 2 h 10 min

Giro da saúde: vírus Khosta-2; anticoncepcional masculino; o treino ideal

Todo domingo, aqui no Canaltech, tem resumo das principais notícias de saúde que rolaram no decorrer da semana. No Giro da Saúde de hoje, trazemos destaques como a descoberta de que um vírus encontrado na Rússia é "primo" do coronavírus e poderia infectar humanos, um anticoncepcional masculino injetável e a o melhor tipo de treino para ganhar massa muscular.

Vírus Khosta-2 parece coronavírus e pode escapar de vacinas

Khosta-2, um "primo" do coronavírus, originou de morcegos (Imagem: CreativeNature_nl/envato)
Khosta-2, um "primo" do coronavírus, originou de morcegos (Imagem: CreativeNature_nl/envato)

Uma equipe de cientistas descobriu, ainda no final de 2020, um vírus chamado Khosta-2, após análise de morcegos na Rússia. O que essa turma não previu é que tal vírus (um sarbecovírus, "parente" do coronavírus SARS-CoV-2) traz semelhanças com o causador da covid-19. Um novo estudo da Washington State University trouxe exatamente isso à tona na semana passada: caso infecte humanos, o Khosta-2 poderia trazer riscos — e escaparia das vacinas que temos atualmente contra a doença.

Com dados ainda preliminares, é necessário interpretar as análises com cautela. Afinal, o agente infeccioso é encontrado apenas em animais silvestres e, até onde se sabe, nunca infectou um ser humano. Também não se sabe como esta infecção iria ocorrer no mundo real, tampouco os sintomas que a zoonose causaria, já que os testes foram realizados em ambiente controlado de laboratório. No entanto, vale o alerta à comunidade científica.

Após petiscos para cães, Anvisa proíbe venda de massas contaminadas

Massas do tipo oriental da marca Keishi podem ter sido contaminadas, segundo Anvisa (Imagem: Jirkaejc/Envato)
Massas do tipo oriental da marca Keishi podem ter sido contaminadas, segundo Anvisa (Imagem: Jirkaejc/Envato)

O caso dos petiscos para cachorro contaminados tornou-se um escândalo nas últimas semanas, e, após decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), foi determinado que as massas da marca Keishi, fabricadas pela BBR Indústria e Comércio de Macarrão, estão proibidas de ser distribuídas e comercializadas no Brasil. A marca produz e vende massas ao estilo oriental, como udon, lamen, yakisoba e gyoza.

Segundo investigação da Anvisa, as massas fabricadas entre 25 de julho e 24 de agosto podem conter propilenoglicol contaminado com etilenoglicol — substância é tóxica para o consumo humano ou animal. Aliás, trata-se do mesmo produto que contaminou petiscos para cães. Muitos foram intoxicados e até mesmo levados a óbito após o consumo desses petiscos.

É possível engravidar após os 50?

Gravidez na meia-idade é possível (Imagem: Pressmaster/envato)
Gravidez na meia-idade é possível (Imagem: Pressmaster/envato)

Outra notícia muito comentada da semana passada envolveu a atriz Claudia Raia, que anunciou estar grávida aos 50 anos. Não foi divulgado, no entanto, se ela engravidou a partir dos óvulos que congelou ou se foi espontaneamente. No entanto, segundo a ciência, a gravidez após essa idade, de forma natural, é rara, mas pode acontecer — desde que com acompanhamento para "turbinar" a fertilidade. Como a menopausa inviabiliza a gravidez espontânea, muitas mulheres buscam por técnicas de fertilização in-vitro ou mesmo inseminação artificial.

À medida que envelhece, a mulher produz menos óvulos. Caso engravide, é provável que o filho tenha alguma condição genética, sindrômica ou não. A maioria das mulheres que engravidam após os 50 anos usa óvulos doados, mas é possível usar seus próprios óvulos previamente congelados.

Anticoncepcional masculino injetável pode chegar em 2023

Injeção aplicada no escroto inibe produção de espermatozoides por até 6 meses (Imagem: SteveAllenPhoto999/Envato)
Injeção aplicada no escroto inibe produção de espermatozoides por até 6 meses (Imagem: SteveAllenPhoto999/Envato)

Você tomaria uma injeção no escroto para inibir a produção de espermatozoides? Pois bem: é assim que funciona o Risug, contraceptivo não-hormonal ainda em desenvolvimento pelo Instituto Indiano de Tecnologia. A injeção de gel de anidrido maleico de estireno é aplicada diretamente nos canais deferentes, a fim de danificar as caudas dos espermatozoides que ali passam e, assim, impedindo-os de "nadar" e fertilizar um óvulo.

O procedimento é reversível (basta uma injeção de água e bicarbonato de sódio), e funciona sob anestesia local. Apesar de poder causar inchaço no escroto e dor na região que pode durar até um mês, o efeito do anticoncepcional aplicado direto nos canais por onde passam os espermatozoides pode valer por até seis meses e o medicamento tem 97% de eficácia, segundo dados obtidos de testes com 300 voluntários. A previsão de chegada do Risug é para 2023.

O melhor treino para ganhar massa muscular, segundo a ciência

Para ganhar massa muscular, treinos curtos e com carga pesada, com frequência de 5 vezes na semana, são o ideal (Imagem: Rawpixel/Envato Elements)
Para ganhar massa muscular, treinos curtos e com carga pesada, com frequência de 5 vezes na semana, são o ideal (Imagem: Rawpixel/Envato Elements)

Uma pesquisa australiana descobriu, na última semana, que o melhor tipo de treino para quem deseja aumentar o ganho de massa muscular depende de dois fatores: frequência de cinco vezes na semana e repetições curtas, porém lentas. “Mover um halter pesado, de forma lenta, de uma a seis vezes por dia é o suficiente”, explica Ken Nosaka, um dos autores do estudo, feito na Edith Cowan University.

Vale lembrar que é importante dar tempo de descanso aos músculos, o que faz parte de um treino bem-sucedido. Os melhores resultados foram atribuídos àqueles que malharam cinco dias na semana e descansaram dois. Sem descanso, os músculos não melhoram sua força e nem conseguem aumentar como desejado. No experimento, foram acompanhados 36 voluntários, durante 4 semanas.

Mais sobre saúde e ciência

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: