Mercado fechará em 4 h 41 min
  • BOVESPA

    106.521,46
    +147,59 (+0,14%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.973,27
    +228,35 (+0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,90
    +1,08 (+1,29%)
     
  • OURO

    1.816,30
    -0,20 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    41.599,32
    -1.037,42 (-2,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    993,90
    -31,83 (-3,10%)
     
  • S&P500

    4.662,85
    +3,82 (+0,08%)
     
  • DOW JONES

    35.911,81
    -201,79 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.571,51
    -39,72 (-0,52%)
     
  • HANG SENG

    24.112,78
    -105,25 (-0,43%)
     
  • NIKKEI

    28.257,25
    -76,27 (-0,27%)
     
  • NASDAQ

    15.372,00
    -223,75 (-1,43%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2693
    -0,0245 (-0,39%)
     

Gilmar Mendes parabeniza ‘efusivamente’ André Mendonça na Corte: ‘Carreira brilhante’

·1 min de leitura

Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes parabenizou a aprovação de André Mendonça para vaga na Corte. Em publicação na manhã desta sexta-feira, o decano afirma que o Senado cumpriu “importante papel de escrutinar a carreira brilhante” do ex-Advogado-Geral da União e ex-ministro da Justiça do governo Bolsonaro.

Ainda no post, Gilmar afirmou que Mendonça terá uma “trajetória marcante” no Supremo Tribunal Federal. Mendonça foi aprovado no Senado nesta quarta-feira por 47 votos a 32. Na CCJ, em uma sessão mais tranquila e rápida do que o esperado, Mendonça se apresentou como garantista, defendeu a autonomia do Congresso para decidir sobre prisão em segunda instância, apoiou o casamento entre casais homoafetivos e reforçou a defesa do estado laico e democrático. O placar, no entanto, foi o mais apertado dos últimos anos (veja infográfico aqui).

Durante a sabatina, Mendonça fez inúmeras menções a Deus, mas garantiu ser um defensor da laicidade do Estado:

— Na vida, a Bíblia; no Supremo, a Constituição. Portanto, na Suprema Corte, defenderei a laicidade estatal e a liberdade religiosa de todo cidadão.

Também garantiu que, se fosse escolhido, manteria o gabinete aberto para políticos de todos os partidos. A postura rompeu resistências dentro do Senado. Também contrariando as expectativas, a sabatina correu em um tom amistoso e distensionado entre Mendonça e o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Davi Alcolumbre, que segurou a marcação da sessão durante mais de três meses.

Após a aprovação, o pastor licenciado anunciou que sua aprovação significa um grande passo para a comunidade evangélica.

— É um passo para um homem, um salto para os evangélicos (...) Dei glória a Deus por essa vitória — afirmou, em pronunciamento à imprensa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos