Mercado abrirá em 7 h 17 min
  • BOVESPA

    111.878,53
    +478,62 (+0,43%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.674,83
    +779,20 (+1,82%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,21
    -0,07 (-0,15%)
     
  • OURO

    1.838,50
    +8,30 (+0,45%)
     
  • BTC-USD

    19.050,40
    -30,94 (-0,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    373,82
    +8,90 (+2,44%)
     
  • S&P500

    3.669,01
    +6,56 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    29.883,79
    +59,87 (+0,20%)
     
  • FTSE

    6.463,39
    +78,66 (+1,23%)
     
  • HANG SENG

    26.682,16
    +149,58 (+0,56%)
     
  • NIKKEI

    26.779,00
    -21,98 (-0,08%)
     
  • NASDAQ

    12.478,50
    +24,25 (+0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3607
    +0,0409 (+0,65%)
     

Gilmar Mendes condena audiência de Mariana Ferrer: ‘Cenas estarrecedoras’

Anita Efraim
·1 minuto de leitura
Justice Gilmar Mendes arrives for a session to review a petition on whether to release ex-President Luiz Inacio Lula da Silva from prison, in Brasilia, Brazil, Tuesday, Dec. 4, 2018. Mendes asked for more time to review the petition, which is an indefinite suspension of the session and it is unclear when the court may pick back up the case. (AP Photo/Eraldo Peres)
Ministro Gilmar Mendes usou as redes sociais para condenar o ocorrido na audiência envolvendo Mariana Ferrer e André de Camargo Aranha (Foto: AP Photo/Eraldo Peres)

O ministro Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, condenou os métodos usados pelo advogado Cláudio Gastão da Rosa Filho na audiência envolvendo a jovem Mariana Ferrer. Ela acusa André de Camargo Aranha de estupro.

“As cenas da audiência de Mariana Ferrar são estarrecedoras. O sistema de Justiça deve ser instrumento de acolhimento, jamais de tortura e humilhação”, declarou o ministro.

As imagens, divulgadas pelo The Intercept Brasil, mostram o advogado tentando humilhar Mariana, usando a imagem dela como forma de tirar credibilidade da vítima. Cláudio Gastão da Rosa Filho ainda diz que não gostaria de ter uma filha como ela.

Leia também

“Os órgãos de correição devem apurar a responsabilidade dos agentes envolvidos, inclusive daqueles que se omitiram”, colocou Gilmar Mendes. O juiz que acompanhou a audiência, Rudson Marcos, da 3ª Vara Criminas de Florianópolis, apenas pediu que o advogado de defesa mantivesse o “bom nível”.

André de Camargo Aranha foi inocentado, porque o juiz entendeu que o ocorrido foi um “estupro doloso”, ou seja, sem intenção. Esse crime não está tipificado na lei e, assim, ele não foi considerado culpado.