Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.704,18
    +845,31 (+0,79%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.731,63
    +126,07 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,34
    +2,85 (+4,10%)
     
  • OURO

    1.785,10
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    50.961,91
    +1.624,13 (+3,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.311,27
    -10,01 (-0,76%)
     
  • S&P500

    4.687,34
    +95,67 (+2,08%)
     
  • DOW JONES

    35.735,41
    +508,38 (+1,44%)
     
  • FTSE

    7.339,90
    +107,62 (+1,49%)
     
  • HANG SENG

    23.983,66
    +634,28 (+2,72%)
     
  • NIKKEI

    28.455,60
    +528,23 (+1,89%)
     
  • NASDAQ

    16.330,75
    +488,00 (+3,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3336
    -0,0900 (-1,40%)
     

Gilberto entra no top 20 dos artilheiros da era dos pontos corridos

·2 min de leitura


Líder da artilharia do Campeonato Brasileiro ao lado de Hulk, do Atlético Mineiro, e Yuri Alberto, do Internacional, Gilberto é agora também um dos 20 principais goleadores da era dos pontos corridos, iniciada em 2003. Contra a Chapecoense, neste domingo, o centroavante abriu o placar na vitória baiana por 3 a 0, atingiu a marca de 69 bolas na rede e empatou com Cícero na 20ª posição do ranking histórico.

Revelado pelo Santa Cruz, Gilberto disputou sua primeira Série A em 2011, pelo Internacional. Na ocasião, marcou apenas uma vez em 13 jogos. No ano seguinte, iniciou o Brasileirão na equipe gaúcha, mas acabou emprestado ao Sport, terminando a disputa com números mais significativos: 8 gols em 31 atuações. Marca que seria batida na temporada seguinte, quando estufou as redes 14 vezes defendendo a Portuguesa.

Após um ano atuando no Toronto FC, do Canadá, Gilberto retornou ao Brasil em 2015 para defender o Vasco. No entanto, apesar de ter feito um bom Carioca, sendo um dos destaques do título, o centroavante passou em branco nas 12 partidas em que esteve em campo antes de se transferir para o Chicago Fire, dos Estados Unidos.

O melhor momento de Gilberto aconteceria exatamente no Bahia. Após passagem discreta pelo São Paulo, onde anotou apenas 4 gols em 25 jogos de Brasileiro, somando as edições 2016 e 2017, e pelo futebol turco, chegou ao Tricolor Baiano em 2018 para ser o grande artilheiro do time nas últimas temporadas. Com 42 tentos marcados em 112 jogos de Série A, o atacante se tornou o maior artilheiro do clube na história da competição.

MAIORES ARTILHEIROS DO BRASILEIRÃO POR PONTOS CORRIDOS

1º - Fred - 155 gols
2º - Diego Souza - 126 gols
3º - Paulo Baier - 106 gols
4º - Wellington Paulista - 105 gols
5º - Alecsandro - 102 gols
6º - Borges - 99 gols
7º - Rafael Moura - 95 gols
8º - Gabigol - 87 gols
9º - Luís Fabiano - 85 gols
10º - Roger - 82 gols
Washington - 82 gols
12º - Souza - 77 gols
13º - André Lima - 75 gols
14º - Obina - 74 gols
Deivid - 74 gols
André - 74 gols
17º - Rafael Sóbis - 73 gols
​18º - Ricardo Oliveira - 72 gols
19º - Dagoberto - 70 gols
20º - Gilberto - 69 gols
Cícero - 69 gols

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos