Mercado abrirá em 3 h 44 min
  • BOVESPA

    113.812,87
    +105,11 (+0,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.729,80
    -4,24 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,40
    -1,10 (-1,22%)
     
  • OURO

    1.766,70
    -4,50 (-0,25%)
     
  • BTC-USD

    21.742,62
    -1.708,07 (-7,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    516,29
    -41,44 (-7,43%)
     
  • S&P500

    4.283,74
    +9,70 (+0,23%)
     
  • DOW JONES

    33.999,04
    +18,72 (+0,06%)
     
  • FTSE

    7.535,27
    -6,58 (-0,09%)
     
  • HANG SENG

    19.773,03
    +9,12 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    28.930,33
    -11,81 (-0,04%)
     
  • NASDAQ

    13.396,50
    -126,75 (-0,94%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2294
    +0,0156 (+0,30%)
     

Gil do Vigor diz que não entraria no BBB de novo pois familiares dos participantes sofrem

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Gilberto Nogueira, mais conhecido como Gil do Vigor, afirmou que não voltaria ao Big Brother Brasil (Globo) se fosse convidado atualmente. Isso porque o economista, que ficou famoso no BBB 21, percebeu o sofrimento das famílias dos participantes fora da casa.

"Antes de começar esse Big Brother [BBB 22], eu dizia que eu entraria", contou em entrevista ao podcast PodPah na quinta-feira (10). "Eu amo e vou ser apaixonado para sempre. Porém, hoje eu estou assistindo com outra visão."

"Minha família foi muito atacada", relatou. "Minha mãe foi ameaçada de morte. Um carro preto parou na frente da minha casa e disseram 'eu estou aqui na frente, eu vou matar vocês' durante o meu cancelamento."

Ele disse que já sabia dessa informação, mas só percebeu a dimensão dela vendo a nova edição. "Como eu estava dentro do programa, eu não vi, então minha família contava e soava muito estranho", comenta. "Mas, hoje, acompanhando as redes sociais e vendo de novo, vendo as famílias tendo que se pronunciar e tal, eu falei: 'Caramba, realmente...'."

"Eu lembro do que a minha família passou e falo: 'Não, eles não merecem'", afirma. "Por mim, eu entrava mesmo, porque vocês sabem que eu sou doido. Mas hoje eu penso na minha família. Eles já passaram por isso e eu acho que eles não merecem passar de novo."

O "rei da cachorrada" disse que só consideraria mudar de posição se as pessoas começassem a assistir ao programa de forma mais leve. "As pessoas têm problemas, é um negócio muito sério", avaliou. "Se chegar o momento em que os torcedores separem jogo da vida real, julgar o jogo na base do jogo, não atacar a família, fazer essas coisas..."

"Para a família é apavorante", concluiu. "Minha mãe deu uma entrevista dizendo que era meu sonho e o pesadelo dela."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos