Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.611,65
    +1.322,47 (+1,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,02
    -571,03 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,29
    -0,06 (-0,07%)
     
  • OURO

    1.796,60
    -33,10 (-1,81%)
     
  • BTC-USD

    36.267,42
    -260,43 (-0,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    813,93
    -5,57 (-0,68%)
     
  • S&P500

    4.326,51
    -23,42 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.160,78
    -7,31 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.554,31
    +84,53 (+1,13%)
     
  • HANG SENG

    23.807,00
    -482,90 (-1,99%)
     
  • NIKKEI

    26.170,30
    -841,03 (-3,11%)
     
  • NASDAQ

    14.113,75
    -44,75 (-0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0242
    -0,0822 (-1,35%)
     

Gigantes de tecnologia cancelam participação na CES de Las Vegas

·3 min de leitura

(Bloomberg) -- Amazon.com, Meta Platforms, Pinterest, Twitter e vários meios de comunicação cancelaram planos de participar da conferência anual de tecnologia CES em Las Vegas, em resposta ao aumento de casos de Covid-19 no mundo todo.

Most Read from Bloomberg

O evento, organizado pela Consumer Technology Association (CTA), ainda está programado para o início de janeiro. Mas a tentativa de voltar ao normal depois da conferência online deste ano foi frustrada pela variante ômicron do coronavírus.

“Devido ao aumento de casos da Covid em todo o país na última semana, decidimos cancelar nossa presença na CES (Consumer Electronics Show) no mês que vem”, disse o Twitter em comunicado. “Continuaremos monitorando ativamente a situação no novo ano e encontraremos outras oportunidades para nos conectarmos com nossos clientes e parceiros.”

A Meta, ex-Facebook, fez coro a essas observações. “Em meio à grande cautela e cuidado com nossos funcionários, não iremos comparecer à CES presencialmente devido às crescentes questões de saúde pública relacionadas à Covid-19”, disse a Meta. A empresa estuda como poderia participar virtualmente.

A Amazon e a Ring, sua unidade de casa inteligente, fizeram o mesmo. A gigante de varejo e tecnologia disse que, “devido à situação em rápida mudança e à incerteza em torno da variante ômicron, não comparecemos presencialmente à CES”.

A T-Mobile US, uma das patrocinadoras da CES, disse na terça-feira que irá “limitar significativamente” a presença no evento. E o CEO da empresa, Mike Sievert, cancelou sua palestra na conferência, tanto presencialmente quanto online.

“A grande maioria de nossa equipe não viajará para Las Vegas”, disse a operadora de telefonia móvel. A empresa “espera uma CES 2023 presencial, que esperamos inclua uma palestra no palco diante de um público ao vivo”.

O Pinterest, que planejava ter uma presença reduzida, decidiu cancelar sua participação. Como o Twitter, a empresa de rede social não fazia parte oficialmente do programa.

Mas várias grandes empresas seguem com planos para participar do evento, realizado há 54 anos e que normalmente atrai dezenas de milhares de pessoas, tendo já exibido produtos como videocassetes, DVDs e o Xbox da Microsoft.

Sony e Alphabet, dona do Google, disseram à Bloomberg News que ainda pretendem comparecer, mas que estão monitorando as condições locais. A Sony acrescentou que prepara uma versão digital de seus planos, que inclui um grande estande e uma entrevista coletiva. Por enquanto, a Qualcomm também planeja participar presencialmente.

Algumas empresas de tecnologia de menor porte, como a fabricante de smartphones OnePlus e a desenvolvedora de aparelhos de realidade virtual HTC Vive, disseram que também planejam comparecer ao evento. A Apple, que foi à CES há dois anos para um painel sobre privacidade, não tinha planos de participar da conferência de 2022.

Várias publicações com foco em tecnologia como The Verge, Engadget, TechCrunch e CNET disseram que não planejam enviar repórteres a Las Vegas para cobrir a conferência.

No entanto, a CTA não tem planos de cancelar o evento presencial. O grupo destacou o número de empresas participantes, bem como seus protocolos de segurança atualizados, como testes diários opcionais para Covid-19.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos